terça-feira, 1 de agosto de 2006

Luz


Branca.
Franca.
Há quem a diga vazia.
Ou mesmo fria.
É pura, cândida e singela.
É folha onde se escreve,
Luz que vejo entrar pela janela.

4 Comments:

Blogger little_blue_sheep said...

:)
bonito!
*

8/01/2006  
Blogger an ordinary girl said...

Lindo!!

beijinhos!!!

8/02/2006  
Blogger cm said...

como se escreve "luz" quando a tinta é escura? como escreve "dia" quando a mão se ausenta? como se diz "obrigado" quando as palavras parecem desnecessárias? como se diz "gosto" quando desse gostar se pede mais?....

6/25/2007  
Blogger Utzi said...

Cm, que belíssimas palavras... :)
A vida é feita de contradições, antíteses... É nesse lusco-fusco que nos encontramos, é no âmago das perguntas que se iluminam as respostas...

Um beijo meu

6/25/2007  

Enviar um comentário

<< Home