sexta-feira, 22 de setembro de 2006

...

Fechou o pesado livro das folhas escritas.
Sabia que um dia iria lembrá-lo, relê-lo, acarinhá-lo. Mas não hoje. Era uma parte de si mesma que não desejava esquecer, apenas adormecer, para que a dor se tornasse mais leve.


Aquele papel deixara de ter as marcas daquilo que queria ser.
Não conseguia dar continuidade às frases inacabadas.
As palavras que lia já não faziam sentido para si.

Queria escrever em folhas brancas. Limpas. Talvez usar uma nova tinta. Uma nova luz. Ou mesmo novas palavras... palavras inventadas naquele momento... pedaços arrancados dos sentimentos que brotavam em si sem serem plantados. Não sabia o que sentia, nem como escrevê-lo.

Mas de uma coisa estava certa... o texto nunca mais seria o mesmo.

9 Comments:

Blogger little_blue_sheep said...

oi
bom f-d-s!
beijinho...e boa escrita!
;)

9/22/2006  
Blogger Onil said...

não sei como cá vim parar...aliás até sei :o) e gostei mto do teu blog! espero ter porta aberta para continuar a visitar-te!

9/22/2006  
Blogger Ananda said...

Primeira vez que passo aqui e adorei o q encontrei.
Este texto é mto bonito... :)

9/22/2006  
Blogger the postman said...

Transportas-nos, como um sonho, pelas tuas palavras.
Qualquer que seja o texto, as folhas e a tinta, haverá luz. Há sempre uma luz!

9/23/2006  
Blogger Kristal said...

Você é uma menina magoada com a solidão, não é ?
Desligue esse computador, saia desse quarto e vá viver a vida real.
O mundo é muito maior do que isso.
Não vai se arrepender.
Beijo
Kristal

9/23/2006  
Blogger O Autor® said...

Tenho pilhas de folhas, não soltas, pq estão escritas em pequenos cadernos pretos!

Não quero que elas fiquem limpas, é bom lê-las de vez em quando, e recordar!
Fazem parte de mim!
Se o que está lá escrito, preferia que neste momento não o estivesse...talvez....mas já está e, já aconteceu!

A crise evoluiu no sentido do desenvolvimento pessoal....!


Bj Utzi

9/23/2006  
Blogger vinte e dois said...

É o recomeçar de uma nova vida...?
Se for, fazes bem. É preciso saber mudá-la quando é preciso :)

9/24/2006  
Blogger Utzi said...

Little blue sheep, tu já nem comentas, só deixas beijinhos... hihihihi :) *

Onil, claro que tens porta aberta para visitar esta nuvem, sempre que queiras. Ainda bem que gostaste :) *

Ananda, obrigada pelas palavras que me deixaste. Para já, apenas posso dizer q adorei a tua foto :) *

The postman, espero encontrar essa luz brevemente :) Beijo

Kristal, não sou uma menina e não estou magoada com a solidão... não me faltam bons amigos e momentos felizes. E o computador é uma obrigação do meu trabalho. Apenas estou a passar uma fase difícil da minha vida, que requer uma enorme mudança... Mas fique descansada, adoro a vida real com todas as suas reviravoltas :) Beijos e obrigada pelo apoio.

O autor, vejo que a crise foi bem resolvida :) Fico feliz. Continua a escrever! Beijos

Vinte e dois, de facto é o recomeçar de uma nova vida, é o reaprender a viver quando todas as circustâncias que nos envolvem mudam da noite para o dia. Mas os recomeços, por muito que custem, têm um lado bom, construtivo, permitindo-nos crescer :) Beijos

9/25/2006  
Blogger artur said...

Quanta snsibilidade... uauuu... vou ler mais.

9/28/2006  

Enviar um comentário

<< Home