quinta-feira, 19 de outubro de 2006

Barulho

Ai que desatino,
Que estranha inquietação,

Tão depressa sinto um sim,

Como solto um grande não.


Que fazer desta incerteza?

Desta grande confusão?

Tanto barulho faz ele,

Este louco tagarela
Que se diz ser coração...


16 Comments:

Blogger Maria João said...

Gosto mesmo da "tua nuvem"... :)

10/19/2006  
Blogger sentidos said...

Adorei.......simplesmente.

Um sopro sentido

10/19/2006  
Blogger Just an ordinary girl said...

Adorei também, utzi!! Andas deliciosamente inspirada!!

Um beijo grandeeeeeeeee.

10/19/2006  
Blogger Francis said...

ele vive dentro de nós.

10/19/2006  
Anonymous «I got ID» said...

Just let the warm melt that ice...Maybe then you will start to feel certainty again...Be patient, the storm will surely pass! Just go towards the brightest side...

10/19/2006  
Blogger little_blue_sheep said...

:)

Tanto barulho faz ele,
Este louco tagarela
Que se diz ser coração...


adorei!

beijinho doce e bom fim-de-semana!

10/20/2006  
Blogger Et said...

xiiii.... faz um barulhão :D:D

Bjs e bom fim de semana

10/20/2006  
Blogger Zeca said...

Quando voamos em nuvens assim só nos apetece ficar por lá até adormecer.
Bom fim de semana
Fica bem

10/20/2006  
Blogger Utzi said...

Maria joão, fico muito feliz por saber... :) Beijinhos

Sentidos, obrigada :) Beijos

Fátima, achas? :D Ainda bem!
Beijinhos

Francis, pois vive... e é um residente bem barulhento ;) Beijos

I got id, gosto da ideia de ir na direcção do sol... Beijos

Little blue sheep, deve ser porque já o ouviste tagarelar muitas vezes ;) Beijinhos

Et, às vezes parece música, outras vezes só nos apetece tapar ou ouvidos de tão desafinado que soa :) Beijinhos

Zeca... :) muito obrigada pelo elogio. Espero que voltes. Beijos

Bom fim de semana a todos!

10/20/2006  
Blogger Ananda said...

Gostei mesmo muito do poema, mas a imagem está ainda melhor. Excelente escolha! 5 estrelas, p a minha nuvem favorita! LOl
Beijinhos!

10/20/2006  
Anonymous Anónimo said...

O teu poema é uma rapidinha. Mesmo assim se, em movimento perpétuo, simples, delicioso e bonito...

Bjs

FOBOS

(hotfobos@hotmail.com)

10/21/2006  
Blogger Luiz Carlos Reis said...

Linda!!! Vim com a enxurrada para ouvir teu coração tagarela. Analogia perfeita!Deixe-o assim, é o amor num compasso sincronizado.
Beijos e fique bem!

10/21/2006  
Blogger Ponta Solta said...

Retribuo assim o teu simpático comentário:

E nessa louca tagarelice
Ele se vai debatendo
A gente ouve o que ele disse
E se sente desfalecendo
Pois que a ele ninguém o cala,
Às vezes, amordaça-o a razão
Mas ninguém permnece surdo à fala
Dos seus sinceros "sim" ou "não"
E que ele bata é que é preciso,
E que se o sinta a bater,
Entre as lágrimas e o riso
Só ele nos faz viver...

Bjs

10/23/2006  
Blogger PAULO SANTOS said...

hoje (após ler este pedaço de candura...) embarco na tua nuvem....
Usurpo-a por um "cadinho"...
Fez-me bem!!!!

Beijo

Paulo

10/23/2006  
Blogger Utzi said...

Ananda, realmente a imagem é muito gira, e é mesmo som :) visita a página de onde a tirei se quiseres saber mais. Beijinhos

Fobos... uma rapidinha...? Não, obrigadinha...

Luiz, ainda que gostaste deste louco tagarelar do coração :) Beijos

Ponta solta... obrigada pelos lindos versos. Beijinhos

Paulo santos, fico feliz que esta nuvem te faça bem :) podes usurpá-la sempre que quiseres. Beijinhos

10/23/2006  
Blogger sentidos said...

Passei apenas para desejar uma boa semana...

Um sopro sentido

10/23/2006  

Enviar um comentário

<< Home