quinta-feira, 2 de novembro de 2006

Caixinha de música

Guardo a tua voz fechada
numa caixinha de música.
E todas as noites,

enquanto abraço a tua ausência,

dou corda ao coração para a ouvir tocar...




Imagem retirada de www.deviantart.com

12 Comments:

Blogger Et said...

Uma vez mais, muito bonito!

beijinho

11/02/2006  
Blogger Ponta Solta said...

Isto faz-me lembrar um conto de um autor português(já não lembro quem) em que um menino subia ao topo de uma torre, roubava a estrela mais bela e a guardava numa caixa debaixo do leito para poder admirá-la quando quisesse.

Assim como as memórias que ficam poeirentas, mas que ninguém nos tira, e podemos desfiar os sons e as imagens que guardamos com carinho, quando o coração quiser. Pena que essas imagens desfilem, fruto de uma ausência...

beijinhos

11/02/2006  
Blogger Lumen Origine said...

Estou aqui e vou deixar-te uma mensagem.

Foi então que parei de contemplar aquela nuvem. Quis voar mais alto num sopro de vento e além da nuvem eu fui para descobrir que há outras realidades naquilo que não se vê.

11/02/2006  
Blogger O Autor® said...

"abraço a tua ausência" é um descrição genial, de um sentimento muito díficil de descrever.

Ficou gravado! Sem dúvida!

Beijo

11/03/2006  
Blogger Just an ordinary girl said...

Está lindoooooo, utzi!

Beijinhos para ti. Muitos!

11/03/2006  
Blogger anamoris said...

A imagem é linda, mas gosto ainda mais das palavras.
Beijos

11/03/2006  
Blogger teorias said...

Bonito sem dúvida. Guardamos, sobretudo memórias... e não nos importamos de as "reviver" mesmo com a erosão que lhes provoca o tempo... estejam essas memórias em caixas... ou no coração!

11/03/2006  
Blogger PAULO SANTOS said...

É sempre um prazer doce vogar na tua nuvem!
Um post intimo...para que o beba....

Um beijo longo

Paulo

11/03/2006  
Blogger Ananda said...

Peço desculpa pela sinceridade e pela brutidade, mas a primeira coisa que disse qdo li isto foi: FOGO!
Está lindo! Uma sensibilidade extrema em tão poucas palavras! AMEI!
Beijos enormes, no coração!

11/04/2006  
Blogger Maria João said...

A sensibilidade com que descreves as "coisas" é muito bonita! Só podias viver "na tua nuvem"... não é realmente mágico aquilo que se encerra numa caixinha de música? Tão pouco espaço para tão grande sentimento! :)

11/06/2006  
Blogger Utzi said...

Et, beijinhos para ti, ainda bem que gostaste :)

Ponta solta, não conheço esse conto, mas parece-me bonito. Disseste uma coisa que eu acho muito importante. Ninguém nos tira as nossas memórias, as nossas recordações... tudo o resto pode desaparecer, mas esse pó dourado do passado fica em nós, faz parte do que somos, do que construímos ao longo da vida.
Beijinhos :)

Lumen origine, obrigada pela visita e pela bonita mensagem. Beijo

O autor, realmente é um sentimento dificil de descrever... e de sentir tb... Beijos

Fátima, obrigada e mil beijos para ti :)

Anamoris, muitos beijinhos e obrigada :)

Teorias, é verdade, às vezes reviver é doce, mesmo quando causa lágrimas...
Beijos

Paulo santos, esta nuvem também gosta muito da tua presença :)
Beijinhos

Ananda, não precisas de pedir desculpas :) muito pelo contrário, se a sensação foi boa fico muito feliz. Adorei os beijos no coração, tou a mesmo a precisar desses :) Mil beijos

11/06/2006  
Blogger Utzi said...

Maria João, desculpa, não ter respondido anteriormente ao teu comentário, mas ele só apareceu depois de eu publicar... tens razão quando dizes que o que é guardado numa caixinha de música é mágico... por mais real que tenha sido em tempos o que agora recordamos, o que resta em nós é mesmo a mágica melodia das memórias...
Beijinhos :)

11/06/2006  

Enviar um comentário

<< Home