terça-feira, 7 de novembro de 2006

Dizias

Dizias que eu tinha asas
E eu voava como um pássaro

Quando o céu era só nosso

E o resto de tudo também

Dizias que eu era tua

E juntos rasgávamos o vento

Quando o céu era só nosso
E o resto de tudo também


Mas agora, meu amor

O céu já não nos pertence

O vento rasga-nos por dentro
E o resto de tudo já não é de ninguém...



Imagem retirada de http://jrscience.wcp.muohio.edu/tropics/tropical_bird_collection.html

8 Comments:

Blogger Francis said...

há-de voltar a ser...

11/07/2006  
Anonymous romeng said...

De volta aos comments, posso dizer-te que as previsões meteorológicas dão melhorias para os próximos dias.. esse vento vai perder intensidade, tornar-se-á uma brisa cada vez mais quente e aconchegante. Tenho a certeza que um dia voltarás a voar e a tocar a tua nuvem.. e o céu será novamente teu!

Os teus textos cada vez mais justificam um livro.. basta ver o número de pessoas que fica presa ao teu blog todos os diitas:p Parabéns!

Beijinhos*

11/07/2006  
Blogger filipa said...

:)

palavras leves, bem leves...

(é isso que faz um texto bonito ser também delicado...)

11/07/2006  
Blogger R. said...

"Guardo a tua voz fechada numa caixinha de música. E todas as noites, enquanto abraço a tua ausência, dou corda ao coração para a ouvir tocar..."


Só mais uma vez, porque a poesia deve ser ouvida com os olhos. E eu, só cheguei agora.


PS: Muito, muito bom.

11/07/2006  
Blogger Ponta Solta said...

Mas continuaremos a ter asas...

E a vontade de voar há-de permanecer, mesmo que como os navios, nem sempre o vento sopre e nos deixe ir à bolina, ou mesmo seja tão forte que faça rebentar as velas...

bjs

11/08/2006  
Blogger Ananda said...

De vez em qdo acontece... perdemos as asas. :(

Beijinhos e força, mta força!

11/08/2006  
Blogger o alquimista said...

Lindo....lindo...lindo...fabulosamente ilustrado por andorinhas do mar...


Doce beijo minha querida

11/08/2006  
Blogger Utzi said...

Francis, tens razão... um dia destes... *

Romeng, gosto do teu regresso. Obrigada pelas palavras de incentivo :) Beijinhos

Filipa, muito obrigada :) Aparece por cá mais vezes.
Beijinhos

R. Só chegaste agora, mas espero que fiques por muito tempo :)
Beijos

Ponta solta, a vontade permanece... vamos ver quando é que as asas lhe obedecem...
Beijinhos

Ananda, beijinhos para ti também.

O alquimista, doces foram as palavras que me deixaste... :) Obrigada. Beijinhos

11/08/2006  

Enviar um comentário

<< Home