segunda-feira, 4 de dezembro de 2006

Pássaro

Quero cantar como um pássaro apaixonado.
Abrir as asas

E voar,

Voar sempre

Até chegar a ti

E aí

Quero morrer-me de ter chegado...



Imagem retirada de www.wild-bird-watching.com

22 Comments:

Blogger Francis said...

e isto é bom sinal ?

bom dia.

12/04/2006  
Blogger Utzi said...

lol

12/04/2006  
Blogger Esteleve said...

Olá princesa! Passei aqui só para dizer que vou desactivar a boneca pq fui novamente "descoberta"... uma chatice... um bj, com saudade

12/04/2006  
Blogger Utzi said...

Oh querida... não acredito! Descoberta, como assim? Mas vais criar um novo espaço? Depois dá-me noticias, sim? Temos que combinar o tal cafezinho este Natal! Beijos grandes e cheios de carinho.

12/04/2006  
Blogger little_blue_sheep said...

:)

bonito!
boa semana...doce...como o algodão...
*

12/04/2006  
Blogger Utzi said...

Obrigada Little blue sheep :) Um beijinho docinho e boa semana para ti também!

12/04/2006  
Blogger R. said...

"Guardo a tua voz fechada
numa caixinha de música.
E todas as noites,
enquanto abraço a tua ausência,
dou corda ao coração para a ouvir tocar..."


[Ainda estou à espera de algo tão bom como isto.]

12/04/2006  
Blogger teorias said...

Como sempre, lindo!
Gosto da maneira como, de forma simples, abordas sentimentos profundos. Da maneira como exprimes o que sentes... do romantismo que colocas nas mensagens... do perfume com que banhas as palavras! Gosto!

Beijos

12/04/2006  
Blogger Barão da Tróia II said...

É pá não morras logo aproveita um pouco! LOL, bonito o poema gostei, boa semana.

12/04/2006  
Blogger Giraluas said...

A paixão é o ar quente que, debaixo das nossas asas nos faz planar suavemente. A paixão
faz-nos chegar onde queremos, mesmo de olhos fechados. :)

12/04/2006  
Blogger Unicus said...

Seria uma chegada apoteótica..
Bjs

12/04/2006  
Blogger Kristal said...

Você é uma menia introvertida, romântica e tímida, não é ?

12/05/2006  
Anonymous Tauro said...

Dizem que a escrita so concretiza o seu efeito util depois de lida.

12/05/2006  
Blogger Utzi said...

R. na noite em que escrevi o texto que mencionaste estava extremamente triste... talvez por isso ele tenha ficado tão profundo e te tenha tocado tanto. Agora, e ainda bem, o meu humor melhorou e isso reflecte-se naquilo que escrevo... mas espero alcançar as tuas expectativas em breve... e já agora que isso não tenha implicações no meu humor :) Beijinhos

Teorias, obrigada pelas palavras de incentivo. Numa coisa tens razão: sou uma eterna romântica :) Beijinhos

Barão da tróia ii... :) Ainda bem que gostaste ;) Beijinhos

Giraluas, não poderia concordar mais contigo. :)... paradoxalmente tenho uma teoria acerca da paixão e dos olhos fechados... mas não vou falar dela hoje ;) Beijinhos

Unicus... ou não, depende da interpretação que dás às palavras... Beijinhos :)

Kristal... penso já ter respondido a essa questão. Nem introvertida, nem tímida. Romântica sim, muito. Beijinhos

Tauro, isso depende do objectivo da escrita em causa. O processo de escrita pode até ser mais importante do que o resultado final, se nos focarmos na escrita terapêutica, por exemplo. Mas na poesia concordo, a leitura concretiza a(s) semântica(s) do texto, oferecendo-lhe as mais diversas tonalidades. Beijinhos

12/05/2006  
Blogger Ananda said...

Tão lindo! :D
Adorei! É sempre bom "cantar" assim...
Beijinhos!

12/05/2006  
Blogger Et said...

Bonito... como sempre!

Beijo

P.S. Acho que os meus comments se estão a tornar repetitivos, mas não consigo arranjar melhores palavras para me expressar.

12/05/2006  
Blogger Just an ordinary girl said...

Gosto sempre de te ler Utzi. Gosto da tua escrita simples e sentida.
Mas gosto mais ainda de te saber bem!!

Um beijo e o meu desejo de uma semana cheia de dias felizes, para ti!

12/05/2006  
Blogger Utzi said...

Ananda, é bom cantar, dizem que espanta os males... assim o espero! Beijinhos, linda :)

Et, tu nunca és repetitiva :) E gosto sempre dos teus comentários... quase tanto como gosto de passar pelo teu cantinho! Beijinhos

Fátima, obrigada pelas tuas palavras sempre carinhosas.
Um beijinho para ti, boa semana! :)

12/05/2006  
Blogger R. said...

A alegria dá muito poucos frutos literários, se não mesmo nenhuns. Só a tristeza anda de mãos dadas com o génio.

Não se preocupe com as minhas expectativas, eleve as suas.

Boa sorte.

12/06/2006  
Blogger Utzi said...

Constato uma alteração de registo, caro R., à qual respondo da seguinte forma: não sou poeta, muito menos me considero genial. Quando escrevo, limito-me a relectir pensamentos, sentimentos, ideias, sensações, sem ter nesse processo qualquer expectativa. Para além disso, penso ser muito subjectiva a questão da qualidade daquilo que se escreve, uma vez que este tipo de avaliação se encontra condicionada à sensibilidade e gosto pessoal de quem lê (deixo de lado a avaliação técnica da poesia). O que para si é melhor poderá ser pior para outra pessoa... Para além disto, considero que as emoções profundas, sejam elas de tristeza ou de alegria, são em igual forma fonte inspiradora para a escrita.

Muito obrigada pelo comentário e pelos desejos de sorte, de facto ando a precisar de alguma.

12/06/2006  
Blogger R. said...

Não há qualquer alteração de registo cara Utzi, não leia nas minhas palavras sombras que não estão lá. Neste caso limito-me a ser plateia e a exigir mais da menina que dança no palco. Foi ela mesma que subiu as expectativas com aquele poema...


PS: Recordo, muitas vezes, uma frase que ouvi há muitos anos, "A quem muito pode, muito se lhe exige".

12/06/2006  
Blogger Utzi said...

Poderia dizer que há plateias desatentas que não captam a essência do espectáculo, ou que cada bailado tem a sua magia e não pode ser comparado a outro qualquer porque a arte não se compara, aprecia-se, sente-se nas mais variadas formas... mas opto por nada dizer, já que não sou bailarina, nem considero o que escrevo como arte, e apenas agradeço as sábias palavras que me deixa, caríssimo R..

Ainda bem que não há mudança de registo, por momentos a particularidade do tratamento na 3ª pessoa do singular pareceu transparecer algo semelhante... mas as sombras por vezes são enganadoras, ainda bem que é esse o caso.

Um beijo e o meu obrigada pela crítica construtiva tão necessária à evolução.

12/06/2006  

Enviar um comentário

<< Home