quarta-feira, 3 de janeiro de 2007

Manhã cinzenta

Aquela manhã tinha acordado cinzenta. O céu reflectia os poucos raios de luz que trespassavam as nuvens com timidez. Da janela, olhou com atenção para as folhas de árvores caídas pelo chão. Um tapete dourado cobria aquele chão que esperava os seus passos firmes. Largou o cortinado, largando com ele a visão daquele cenário. Eram dez horas de um dia com tantas mais por passar. Iria passá-las sozinha, mas não se importava. A solidão tinha um lado bom. Tinha-o descoberto da pior forma, mas não deixava de ser uma batalha vencida. Sentia-se forte, segura, orgulhosa de si própria.
Abriu o armário e escolheu uma camisola confortável, quente e uns jeans. Olhou-se no espelho. Era jovem e bonita, qualquer coisa assentava bem no seu corpo. Calçou-se, desceu as escadas e parou em frente à porta da rua. Saboreou o momento em que, decidida, abriu verdadeiramente aquela porta.


Sorriu um sorriso doce... doce como aquela manhã cinzenta.


Imagem retirada de www.sightmagazine.com.au

10 Comments:

Blogger fairybondage said...

Lindo!!
ideal para colorir de palavras as manhãs cinzentas da nossa vida...

Bjs com pó estelar...

1/03/2007  
Blogger Giraluas said...

Há sorrisos e mudança nas tuas palavras. E nas minhas. Como sempre deveria ser.

Um sorriso enorme para ti...
...e mil beijos do luar

1/03/2007  
Blogger teorias said...

Estimada utzi... muito bem escolhidas as palavras... as ideias... as atitudes! Vai-me surpreendendo a forma como consegues demonstrar, por palavras, tudo aquilo que pretendes comunicar!
Se forem reorganizadoras, se forem pessoalmente construtivas... sejam bem-vindas as doces manhãs cinzentas!

Beijos

1/04/2007  
Blogger Utzi said...

Fairybondage ainda bem que este texto te agradou :) Um beijinho para ti, meiga fadinha...

Giraluas, de facto há mudança, nas palavras, nos sentimentos... na vida. E ainda bem :)
Mil beijos meus também para ti.

Teorias, como sempre generoso :) Reorganizadoras, construtivas ou simplesmente cinzentas, as manhãs são sempre um começar de um novo dia, um novo desafio, uma nova "oportunidade" como dirias tu ;)...
Muitos beijinhos

1/04/2007  
Blogger Ponta Solta said...

Utzi,

Gostei imenso do texto, parece uma janela aberta diante do olhar, uma janela de oportunidade que se abre para um dia cinza, mas doce, para uma solidão curativa.

Obrigada.

Beijinhos

1/04/2007  
Anonymous Anónimo said...

Confesso que quando li o título pensei que reinava a tristeza, mas para meu espanto, a manhã cinzenta é afinal um doce arco-íris!

Beijinhos do outro mundo
ET

1/04/2007  
Blogger Utzi said...

Ponta solta... o significado era esse mesmo. Ainda bem que o sentiste :)
Beijinhos

Et... as aparências iludem ;)... e neste caso, ainda bem!
Mil beijinhos para ti, querida :)

1/04/2007  
Anonymous romeng said...

Olá!! :) Adorei o texto.. pela felicidade, solta com tanta doçura, e que nos faz viver o momento que retratas. Está mesmo lindo!:) Gotei;)

Tenho lido mas pouco tempo para comentar.. :( mas este post não me deixou voltar ao trabalho:) Está lá a marca.. a marca da poesia em forma de prosa.. assim lhe chamo. Mas também lhe podemos chamar somente... texto utziano:)

Muitos beijinhos!!!

1/05/2007  
Blogger Dawa said...

Tão lindo e tão doce! Adorei, utzi. ;)
Beijinhos!

1/07/2007  
Blogger Utzi said...

Romeng, texto utziano... heheheh :P achei piada a essa... só tu! Obrigada pelas palavras sempre generosas :)
Um beijo grande!

Dawa, obrigada e um beijo enorme para ti :)

1/08/2007  

Enviar um comentário

<< Home