terça-feira, 6 de fevereiro de 2007

Pescador

A cabeça pousada
Na mão cansada,
Olha o rio,

De semblante vazio,

À procura da fé
perdida,
Afogada pela vida,

Pescador de alma sofrida

Sem sonhos por sonhar,

Sem ter quem abraçar...

Só lhe resta a solidão,

Que inunda como a água

O que lhe sobra do coração.


Imagem retirada de www.yusuftuvi.com

20 Comments:

Blogger Topo de Gama said...

Dentro do teu registo, posso dizer que quando se acaba a fé e os sonhos.. Pouco resta...

Beijo :)

ps- ja nao passava aqui ha muito!! espero que esteja tudo bem ctg :)

2/06/2007  
Blogger Utzi said...

Topo de gama, tens razão, pouco ou nada resta... este poema foi inspirado por um pescador real, por quem passei há dois dias. Observei-o por momentos e foi isto que ele me fez sentir... tristeza... abandono...

Quanto ao ps... pois é, não vale, não perdoo! Eu leio todos os vossos posts! heheh:p
Origada pelas palavras amigas :) Beijinhos

2/06/2007  
Blogger fairybondage said...

às vezes são os olhares vazios
que nos inspiram...
como se pudessemos torná-los
palavras
e cor...

BJ

Ps:Um beijinho com pó estelar...

2/06/2007  
Anonymous Constança said...

A primeira vez que soube realmente o que era um pescador, foi quando, numa noite, vi chegar um barco vazio de peixe, vazio de alegria e vazio dessa fé de que nos falas. Lembro-me que fiquei por ali, sentada na areia, a vê-los atracar, sentindo uma enorme vontade de lhes prometer um melhor amanhã. Não cheguei a saber se o tiveram, mas espero que sim. :)

Beijinho, Utzi.

CADA VEZ GOSTO MAIS DO QUE ESCREVES!

2/06/2007  
Blogger Ponta Solta said...

Há realidades deveras inspiradoras, a que não conseguimos ficar indiferentes.

E esta realidade está retratada de uma forma muito viva, quase que se está em presença do retratado.

Muito bom Utzi.

Beijinhos

2/07/2007  
Blogger Giraluas said...

Acho que acabamos por ser todos pescadores... sem mar. E em cada barco mais desencanto do que pescado. Do que alma.

2/07/2007  
Blogger Utzi said...

Fairybondage, é verdade... a tristeza é sempre muito inspiradora, pelo menos para mim :) Beijinhos

Constança, compreendo o que sentiste... essa vontade de dar qualquer coisa a quem parece desprovido de tudo... também a sinto muitas vezes. Beijinhos :)

Ponta solta, ainda bem que gostaste. Um beijinho para ti :)

Giraluas, espero que esse seja apenas um estado de alma passageiro... não te deixes desencantar... Beijinhos :)

2/07/2007  
Blogger Francis said...

deep.

2/07/2007  
Blogger PavlovDoorman said...

Menina Utzi contrariando o sentido de suas palavras será que não podemos interpretar de uma outra maneira mais bem simpática?

Que tal pensar que o pescador recordando tempos de solidão no mar apagava um pouco do vazio sentido no momento? Vamos lá a ser positivos meninas e meninos...

Beijinho

2/07/2007  
Blogger Utzi said...

Francis, glad you liked it ;) Beijo

Pavlovdoorman, a poesia pode ter muitas interpretações... se é essa a tua, é tão verdadeira como qualquer outra. Eu limitei-me a escrever aquilo que senti e isso, não posso nem quero mudar :) Beijinhos

2/07/2007  
Blogger Dawa said...

LINDISSIMO! Triste, mas muito bonito e de muita sensibilidade. Adorei!
Beijinhos!

2/08/2007  
Blogger sem-comentarios said...

Fiquei a pensar...que há talentos brutais nesta bloguesfera.
Um poema pequeno e lindissimo :)

2/08/2007  
Blogger Utzi said...

Dawa, obrigada :) Mil beijinhos, linda.

Sem-comentários, muito obrigada :) Fico muito honrada com o teu comentário. Beijinhos e volta.

2/09/2007  
Blogger dona do "stander" said...

Parece que vejo literalmente aquilo que tão bem puseste em palavras.
Muito bom... embora preferisse que a inspiração te trouxesse palavras mais animadoras.

beijoca

2/09/2007  
Anonymous anamoris said...

As tuas palavras hoje ganharam uma musicalidade melancólica. Ficou tão bonito...
Beijos bom fim de semana

2/09/2007  
Blogger Utzi said...

Dona do stander... :) pode ser que a próxima inspiração seja de alegria :) Mil beijinhos, minha querida.

Anamoris, obrigada :) Muitos beijinhos e bom fim de semana!

2/09/2007  
Blogger o alquimista said...

Pesco e espero neste cais de basalto negro...

Gota a gota chora o ceu ao entardecer, floresce a terra, eclode a vida...acontece a magia...

Mágico fim de semana...


Doce beijo

2/09/2007  
Blogger Just an ordinary girl said...

Adorei Utzi, e concordo com a sem comentários!

Beijinhos, para ti.

2/09/2007  
Blogger pensamentos_vagabundos said...

adorei o poema....
e sabes,estava a ver os teus gostos musicais:)excelentes...
beijo vagabundo

2/10/2007  
Blogger Utzi said...

O alquimista, gostei das palavras... infelizmente o fim de semana foi a trabalhar e de mágico não teve nada... :)Um beijo grande para ti

Fátima... :) muito obrigada, mesmo. Mil beijos, querida.

Pensamentos vagabundos, na verdade aqui só coloquei mesmo os meus preferidos, porque seria dificil dizer tudo o que gosto... amo a música :) Beijinhos

2/12/2007  

Enviar um comentário

<< Home