sábado, 12 de maio de 2007

Disseste-me



Disseste-me um dia que me amavas,
Mas saberás tu o que é amar?...


Se soubesses não terias partido,

Faltar-te-ia o ar para respirar...

32 Comments:

Blogger A said...

Quem diz que ama acredita no que diz. Podem não saber o que é amar de verdade, amam á sua maneira, que por vezes não é aquela que nós gostavamos; mas é a sua!

5/12/2007  
Blogger sonhadora said...

Os sonhos pequenos também podem ser grandiosos.
Beijinhos embrulhados em abraços

5/13/2007  
Anonymous Constança said...

Que bonito! Há tanta coisa que se diz sem sentido... Depois estragam e desgastam as palavras mais bonitas e torna-se mais difícil acreditar nelas!

5/13/2007  
Blogger fairybondage said...

Simplesmente perfeito!!!

Mil beijinhos

5/13/2007  
Blogger Nuno West said...

Também acho o mesmo.

Não conseguiria respirar...

5/13/2007  
Blogger borrowing me said...

"you hang me out to dry... maybe we are all a little crazy, but laughing out loud makes the pain pass by..."

boa semana

5/14/2007  
Anonymous Gui said...

Eu também acho que o ar falta, o problema é quando temos a certeza que do outro lado poderá não haver feedback.

5/14/2007  
Blogger dona do "stander" said...

Amiga, uma vez mais tão simples e tão verdadeiro!

Incosncientemente (ou talvez não), muitos gastam essa tão bonita palavra, sem realmente saber o seu sentimento.

Beijinho muito grande

5/14/2007  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Perfeito.

Preciso de ar para respirar ou sufoca.

Pelo te um meme no velas.

bjo

5/14/2007  
Blogger Utzi said...

A., nem sempre... infelizmente. Beijo

Sonhadora, é verdade, quanto mais alto sonharmos mais grandiosa é a nossa realidade :) Beijinhos

Constança... é mesmo isso... Beijinhos

Fairybondage, um beijo enorme para ti :)

Nuno west... ainda bem, é sinal de que amas verdadeiramente :) Beijo

Borrowing me, também é verdade, por vezes uma boa gargalhada faz muito bem à alma. Beijo

Gui, a vida é mesmo complexa, não é?... :) Beijinhos

Dona do stander, inconscientemente ou não, dizes bem... essa é a questão... Beijinhos, amiga :)

As velas ardem até ao fim, um beijinho :)

5/14/2007  
Blogger Ponta Solta said...

E quem saberá o que de facto isso é????

Temos as nossas formas, nuns, docemente compreensível, noutro funestamente amarga é essa fora de ficar sem respirar...

Beijinhos

5/14/2007  
Blogger Pedro Branco said...

Foi por te amar que parti assim
Foi por partir que choro em mim
Todos os trilhos de cada ir...

É neste caminhar vagabundo que aconteço
É neste acontecer que não te mereço
Por isso te amei e desejei partir...

5/14/2007  
Blogger Mr.Blonde said...

é destes posts que me deixa sonhar mais alto. basta uma foto, uma pergunta e um possível resposta. Mais nada. Tal como um bom-bom. Por mais pequeno que seja, fechamos sempre os olhos e saboreamo-lo até ao fim.

BJS**

5/15/2007  
Blogger anamoris said...

Amar é um sentimento tão profundo, há quem o confunda...
Beijos

5/15/2007  
Blogger Dawa said...

Saber o que é amar é complicado mesmo. Há quem nunca tenha amado e ache que sim... Mtas vezes não passam de conceitos vazios...
Gostei do poema!
Beijos!

5/15/2007  
Blogger Utzi said...

Ponta solta, talvez. Beijinhos

Pedro branco, lindos versos :) Beijo

Mr.blonde, comentários como o teu, também são doces de ler e saborear até ao fim :) Obrigada. Um beijo

Anamoris, é mesmo... Beijinhos

Dawa, vazios de sentimento, apenas cheios de egoísmo... Beijinhos

5/16/2007  
Blogger Cris said...

O Amor tão dolorosamente bem descrito!

Beijinho
C.

5/16/2007  
Blogger cacharel said...

Pois... só quem ama de verdade, consegue fazer e dizer determinadas coisas, tais como... partir. Eu não conseguiria...

Beijinhos perfumados***

5/16/2007  
Blogger Utzi said...

Cris, dolorosamente... dizes bem.
Um beijinho :)

Cacharel, querias dizer "só quem não ama de verdade", certo?...
Beijinhos :)

5/16/2007  
Anonymous R. said...

A minoria, que não aplaude sempre, vem por este meio deixar um pedido para poemas sem rima.

5/16/2007  
Blogger Utzi said...

R., leio sempre com cuidado as tuas palavras. E guardo-as. Como guardei esse pedido. Um beijo

5/16/2007  
Blogger PEIXE said...

Pode ser que te ajude!!

http://opeixefixe.blogspot.com/2007/04/depois-do-amor-j-no-voltamos-ser-livres.html

Beijos

5/17/2007  
Blogger Palo said...

Magnifique photo !

5/20/2007  
Blogger Rogermad said...

E porque será que me identifico com tudo o que escreves e nao consigo escrever como tu?

Poxa...

5/21/2007  
Blogger Utzi said...

Peixe, obrigada pela dica. Beijo

Palo, mèrci! Gros bisous

Rogermad, tenho a certeza que terás os teus talentos. Por exemplo o sentido de humor é um deles :) *

5/21/2007  
Blogger tonsdeazul said...

Nem sempre o lado do sentir anda em sintonia...
E quando anda, por vezes chega tarde demais...
É a espera contínua...
de algo que jamais chegará...

5/23/2007  
Blogger Utzi said...

Tons de azul... nem mais... Beijo

5/24/2007  
Blogger NeLiNhA said...

lindo, lindo :)

5/25/2007  
Blogger Utzi said...

Nelinha :) Obrigada pela visita e pelo comentário. Espero que voltes! Beijinhos

5/25/2007  
Blogger Maria João said...

Um dia também pensei ser ar... e descobri que a beleza do primeiro amor nos faz crer em coisas para além do sonho! :) Com o passar dos anos sei que melhor que ser ar é ser brisa no rosto - podes viver sem ela, mas nunca saberias a frescura e animo que transmite!

5/29/2007  
Blogger Utzi said...

Maria João, é uma forma de ver as coisas... a vida vai transformando a nossa forma de pensar... :) Beijinhos

5/29/2007  
Blogger Maria João said...

:)

5/31/2007  

Enviar um comentário

<< Home