quarta-feira, 2 de maio de 2007

A mensagem

Pela porta entreaberta da memória
Entraste tu.

Despido de medos, de anseios nu.

Nas mãos abertas a nossa história,

Nos olhos um brilho de humilde glória...


Pela porta entreaberta da memória

Entraste tu.

Despido de mágoas, de feridas nu.

Nos braços vazios a nossa história,
Na boca um sorriso de humilde glória...


Pela porta entreaberta da memória

Entraste tu.

Despido de incertezas, de silêncios nu.

Nas palavras a força da nossa história,

Na voz um tom de humilde glória:

"Sempre amei mais do que tu"...

11 Comments:

Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Não consigo parar de chora.

DSc


bjos

5/02/2007  
Blogger Dawa said...

Mto bonito, linda!
Tanta força em tão poucas palavras. Adoro passar aqui...
Beijinhos grandes!

5/02/2007  
Blogger Putty Cat said...

Por esta porta entreaberta entro eu, quase todos os dias.
E nesses dias, eu saio sempre com um sorriso.

Muito, muito bonito.

Beijo,
PCat

5/02/2007  
Blogger A said...

Na memória guardamos sempre o que de melhor em algum dia um outro alguem nos ofereceu!
Deve ser por isso mesmo que é tão bom recordar!
Beijinhos Utzi, está lindo!

5/02/2007  
Blogger Pedro Branco said...

Fecho as portas das memórias para que as lágrimas não desaguem de novo em mim. Mas para isso, talvez um beijo. Um abraço apenas. De luz. De calor e fontes amenas onde nos passeamos olhos nos olhos. Porque nas praias me perco. Nas praias não há portas, mas há memórias. Que vão e voltam. Nas marés. Nas praias posso correr... Gritar. Saltar. Tudo numa só vez. Agarrando todas as coisas, como eu queria. Pelo menos só uma vez. Para mais não voltar a queixar-me das portas que em nós vamos fazendo. De dentro da porta. De fora da porta. Onde estaremos nós, afinal?

5/02/2007  
Anonymous Constança said...

Super original! Mesmo ao tom da 'Mensagem' do grande Pessoa!
Gostei, sim! :)

5/02/2007  
Blogger Maria João said...

Como sempre... muito teu, muito doce, muito sentido... mas, acima de tudo, muito bonito! :)

5/03/2007  
Blogger Utzi said...

As velas ardem até ao fim... um beijo muito grande e força...

Dawa, obrigada e mil beijinhos :)

Putty cat, que bom saber :) Beijinhos

A., infelizmente também o pior é muitas vezes inesquecível... ou imperdoável... Beijinhos :)

Pedro branco, sempre lindas as tuas palavras... :) Beijo

Constança, Fernando Pessoa é o meu ídolo... :) quem me dera um dia escrever sequer uma frase tão bela como as suas... Mil beijinhos

Maria joão... muito generosa e muito simpática heheheh :)
Mil beijinhos, linda.

5/03/2007  
Blogger tufa tau said...

se há amor não o conseguirás medir...

5/03/2007  
Blogger Utzi said...

Tufa tau, sou da mesma opinião... até porque não fui eu que o tentei medir... ;) Obrigada pela visita, espero que regresses. Beijo

5/03/2007  
Blogger Putty Cat said...

Utzi, é bom saber que tb tu "veneras" Fernando Pessoa.

Já somos duas, então!

:)

Beijinhos

5/03/2007  

Enviar um comentário

<< Home