sexta-feira, 25 de maio de 2007

Vou matar-te

Vou matar-te.
Com estas mãos que nunca tocaste
Com esta boca que nunca provaste
Vou matar-te.
Com esta pele que sonhaste
Com este corpo que desejaste
Vou matar-te.
Devagar...
Calmamente...
Vou deixar-te louco...
Seduzir-te é pouco...
Vou matar-te...
De amor.

31 Comments:

Blogger borrowing me said...

é a estreita linha de amor ódio que sentimos por quem amamos tanto
bjs e bom fim de semana

5/25/2007  
Anonymous Constança said...

Está apaixonante a união entre a imagem e as tuas palavras. Adorei! :)

beijinho

5/25/2007  
Blogger Utzi said...

Borrowing me, amor e ódio são sentimentos fortes, forças de igual medida... distintos, opostos mas ao mesmo tempo tão próximos... Beijo

Constança, eu adorei esta imagem... linda, não é? Tinha que ser forte... ainda bem que gostaste.
Mil beijinhos :)

5/25/2007  
Blogger Putty Cat said...

Ui Ui Ui Ui, Utzi

Este foi....PODEROSO!

Estou com instintos assassinos!!

Bom fds

5/25/2007  
Blogger Rogermad said...

Um amor desses quem não quer?

5/25/2007  
Blogger Rogermad said...

"80 graus de amor...
90 de loucura...
lalalal"

Enfim...
ora...
pImBa...

Pimba no código?

5/25/2007  
Blogger Brain said...

Promessas...
Promessas...

Bom fds!

5/25/2007  
Blogger Vieira Calado said...

Assim é que se fala! Ah, grande mulher!...

Mas... o poema é bom, forte,
latino...

5/25/2007  
Blogger NeLiNhA said...

hmm, morrer de amor deve saber bem, e depois renascer....hmm...é, sabe mesmo bem :)

5/25/2007  
Blogger A said...

Desejar com essa força,com essa entrega,com essa perversidade, só pode ser amar com a alma!
Bom fim semana.
Beijinho.
P.S. O Amor só faz sentido assim mesmo!

5/25/2007  
Blogger PavlovDoorman said...

Finalmente as palavras da Menina Utzi usadas para o "bem"...

Gostei deste seu impulso de escrita

Beijo Menina Utzi

5/26/2007  
Blogger carteiro said...

Depois das visitas e do silêncio, só a parte do silêncio é quebrada! É bom estar, deste modo, de volta à tua nuvem :)
Palavras fortes, tão fortes que matam...

5/26/2007  
Blogger Pedro Branco said...

Só por breves momentos moribundos me entreguei de olhos fechados aos encantos de sentir um forte tremor dentro de mim sem saber se deveria morrer de vez ou deixar-me manter inquieto nesta espera...
Só por breves momentos percebi que os sabores do teu beijo serão mais delicados que um punhal em sangue de te teres assim tão segura em voo planalto...
Só por breves momentos tudo se evaporou nos olhares amantes de uma janela aberta ao desejo que em tudo breve se mantém só para se eternizar...
Só por breves momentos é que nos esquecemos que nos brotam no peito todas as dores e todos os amores sem nunca nos deixarem dormir descansados...
Nem por breves momentos...

5/26/2007  
Blogger o alquimista said...

Os teus pés são navegantes na espuma, o teu cabelo dança em descuidada ironia, suave viagem de ondulante onda em tua boca, duas sílabas sopradas em mágica melodia...


Bom fim de semana


Doce beijo

5/26/2007  
Blogger João Filipe Ferreira said...

adorei...está lindo e intenso como sempre:)
parabens:)
recomendo-te www.luso-poemas.net
beijinhossss

5/26/2007  
Blogger Utzi said...

Putty cat, instintos assassinos?... Não quero ser responsável por um crime, tu vê lá... hehehe ;) Beijo

Rogermad, eu acho que os códigos andam a embirrar contigo... hehehe ;) Beijo

Brain, na poesia não há promessas... apenas desejos :) Beijos

Viera calado, grande até nem sou muito... 1.68 hehehe :) mas ainda bem que gostaste do poema. Espero que voltes para ler mais. Beijo

Nelinha, também acho... :) Beijo

A. pois é, se não for assim não vale a pena... :) Beijinho

Pavlovdoorman... para o "bem"? Como assim? Eu costumo ser diabólica? hehehe :) Beijos

Carteiro, ainda bem que estás de volta :) Fazias muita falta! Beijos

Pedro branco, as tuas palavras são sempre inspiradoras... Beijo

O alquimista, já li essas palavras... Beijo

Joao filipe ferreira, obrigada pelo incentivo, gentil como sempre. Beijinhos :)

5/26/2007  
Anonymous R. said...

(sem aspas, porque está alterado:)

Vou deixar-te louco,
seduzir-te é pouco.
Vou matar-te.


Se fosse "só" assim, seria perfeito.

5/26/2007  
Anonymous madrugada said...

Eu quero morrer um dia!

Mas não de amor...

Amo tanto,
que me sinto
morto-vivo

Assim, assim
em simultâneo.

Gostei...

5/27/2007  
Blogger Diva said...

Vingança com amor... Sinto-me nas tuas palavras.

Parabéns uma vez mais!

Um beijo

5/27/2007  
Blogger Jaime said...

Nota que se tirares o último verso, tens uma bela ameaça de morte. :-)

Jaime
www.blog.jaimegaspar.com

5/27/2007  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Mata!

bjos

5/27/2007  
Blogger Utzi said...

R. por acaso, quando escrevi este poema, ele acabava como tu sugeres "Vou matar-te.", mas ao passá-lo para o blog achei que passava uma sensação demasiado agressiva, acabando por alterar a própria semântica do texto, dado que a intenção de matar era metafórica. Daí ter acrescentado a parte final "De amor"... mas não posso deixar de concordar contigo, até porque essa era a fórmula original.

Madrugada, olha que morrer de amor é bom... :) Beijos

Diva, sim, a vingança também está presente neste texto... sem dúvida. Beijos

Jaime, pois é... :) Beijos

As velas ardem até so fim, olha que depois és cúmplice! hehehe :)
Beijinhos

5/28/2007  
Blogger Barão da Tróia II said...

Homem de sorte o que assim ferido morre.Boa semana

5/28/2007  
Blogger Dawa said...

Matar de amor... Deve ser uma boa forma de morrer. eheh
beijinho grande!

5/28/2007  
Blogger Utzi said...

Barão da tróia ii... :) Difícil é encontrar homem que mereça tal sorte... Beijos e boa semana.

Dawa, também acho :) Beijinhos

5/28/2007  
Blogger Francis said...

bem visto.

5/28/2007  
Blogger Lenin aka JR said...

Peço desculpa pelo atraso... esta vida de trabalhador não me deixa tempo para ler, escrever, pensar...

Mas voltando ao que interessa, simplesmente fascinante. Amor pelo qual não vale a pena morrer não é amor, mas simplesmente algo mais que uma amizade.

Todos nós devíamos ter alguém, alguém por quem valesse a pena morrer.

Beijinhos.

5/28/2007  
Blogger _+*A. Elite in Paris*+_ said...

Tenho vontade de ir dizer isso a alguém :)

Merci!

A Elite

5/28/2007  
Blogger Utzi said...

Francis, obrigada. Beijo

Lenin aka jr, nada a desculpar. Eu sei bem o que é ter muito trabalho ;) E isto não pode, de todo, ser mais uma tarefa! Faço questão que só leias quando tiveres disponibilidade mental para isso. Quanto ao resto, uma vez mais concordo de corpo e alma. Beijo

A elite in paris, espero que ele mereça ouvir ;) Beijo

5/28/2007  
Blogger Avusa said...

sem fôlego………………………

6/01/2007  
Blogger Utzi said...

Avusa, obrigada pela visita e pelo comentário :) Espero que passes por cá mais vezes...

Beijos

6/01/2007  

Enviar um comentário

<< Home