quinta-feira, 14 de junho de 2007

Pura


















Pura,

Branca,
Imaculada,
Quero acordar pela primeira vez,
Esquecida de tudo o que a vida me fez,
Quero nascer novamente
Sem conhecer a maldade,
Sem cicatrizes de crueldade.
Pura ,
Branca,
Imaculada,
Quero sentir-me inocente,
Olhar o mundo com olhos de crente,
Como quem nunca viu a escuridão,
Não conhece o sofrimento
Ou o rosto do desalento.
Pura,
Branca,
Imaculada,
O corpo inteiro por escrever
E a alma toda por doer...

Imagem retirada de http://olhares.aeiou.pt

21 Comments:

Blogger Putty Cat said...

O que dizer?

MAGNIFICO!

beijinhos

6/14/2007  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Doi me a alma e o Universo!- Fernando Pessoa.

Bjinhos

6/14/2007  
Blogger Ponta Solta said...

Não posso comentar... apenas sorver... e sentir equitativamente, o que está perfeito.

Beijinhos Utzi

6/14/2007  
Anonymous Constança said...

Queres começar de novo. :)

Ps. A menina parece a da imagem principal do filme 'o perfume'. Bem bonito o contraste com o cabelo ruivo. *

6/14/2007  
Blogger Utzi said...

Putty cat, :D obrigada pela força! Mil beijos

As velas ardem ate ao fim, essa frase é linda :) Eu adoro Fernando Pessoa. Beijinhos

Ponta solta, muito obrigada, fico feliz com o elogio. Beijinhos :)

Constança, pois parece, também achei quando vi :) Adorei esse filme. Beijinhos

6/14/2007  
Blogger Avusa said...

veia poética!!!

6/14/2007  
Blogger Brain said...

Utzi,

Renascer,
É por vezes um desejo,
Um desejo profundo,
Que ocorre algures na vida,
De quem dela,
Sabe e toma consciência.

Excelentemente "retratada" essa vontade.

Beijo.

PS: Novo look, foto renovada (gira)!

6/14/2007  
Blogger Utzi said...

Avusa, obrigada :) Beijo

Brain, concordo com as tuas palavras iniciais... E fico lisonjeada com as demais :) Beijos

6/14/2007  
Blogger Francis said...

não tarda muito estás a escrever um livro pá.

6/14/2007  
Blogger Utzi said...

Francis, com um bocado de sorte ;) Beijo

6/14/2007  
Blogger Jaime said...

A brincar
Pura + branca + imaculada = pubranculada.
Para sentires que precisas de ficar pubranculada deve ser porque andaste a ler o meu blogue.

A sério
Se fizesses um reset e voltasses atrás, não conseguias escrever os poemas que escreves. Apagavas muitas coisas de mau mas também algumas de bom.

Jaime
www.blog.jaimegaspar.com

6/14/2007  
Blogger mixtu said...

vindo dos tons de azul...

um poema de cor... monocolor... branca imaculada...

poesia...

abrazo europeo

6/14/2007  
Blogger carteiro said...

Inocência, desconhecimento da maldade, sofrimento e desalento... a infância ou parte dela! :)
Não há coisa mais pura que uma criança inocente.

Os dois últimos versos são qualquer coisa que me tirou o fôlego.

6/15/2007  
Blogger Utzi said...

Jaime, gostei do termo hehehe, vou guardar no meu diccionário ;) E quanto ao resto, tens razão, eu também acho isso. As "coisas más" têm sempre um lado positivo :) Beijinhos

Mixtu, obrigada pela visita e pelas palavras deixadas :) Beijo

Carteiro, por vezes a vontade de ser outra vez criança inocente é grande, acredita... Mil beijos :)

6/15/2007  
Blogger cm said...

no rodar do tempo toda hora é recomeço...

6/15/2007  
Blogger Utzi said...

Cm, é verdade :) Obrigada pela visita e pelo comentário deixado. Espero que apenas o primeiro.

6/15/2007  
Blogger Maria João said...

... um corpo inteiro por escrever... Muito bonito! :)

6/15/2007  
Blogger Maria João said...

Um beijinho e Bom fim de semana, doce poetisa!

6/15/2007  
Blogger Utzi said...

Maria joão, obrigada :) Beijinhos

6/15/2007  
Blogger Sócomigo... said...

Suspiro de rendição...

6/15/2007  
Blogger Utzi said...

Sócomigo, agradeço sinceramente esse suspiro :) Beijo

6/15/2007  

Enviar um comentário

<< Home