quarta-feira, 4 de julho de 2007

Abraça-me e não digas nada


Abraça-me e não digas nada.
Não quero palavras que não sei escutar.
Não quero ouvir-te falar.
É tarde.
Deita-te em silêncio a meu lado e
Abraça-me apenas.
E mesmo que eu - entre lágrimas exaustas -
Te implore - por fim - que me digas que me amas,
Por favor, não mintas.
Não digas nada.


Imagem retirada de http://olhares.aeiou.pt/

29 Comments:

Blogger dona do "stander" said...

Sem tempo...
...mas sempre sobra um bocadinho para escreveres as tuas habituais palavras que dão que pensar
... e a mim, um bocadinho para as ler! :)

beijinho mori

7/04/2007  
Blogger Cris said...

Um abraço diz muito, quado é sincero.

um beijinho
C

7/04/2007  
Blogger Cris said...

"quando é sincero" - o raio do teclado..... ;)

7/04/2007  
Blogger Putty Cat said...

Utzi....

Hoje escrevi isto. E hoje mesmo, sem o ter ainda "publicado", comento-te com ele. Acho que faz sentido.

Para ti, um beijo grande, do tamanho da força das tuas palavras.

Aqui vai ele:

Hoje mordo a língua
Para te calar.

Esmago vontades na minha mão
De te ter e beijar.

Desvio o olhar
Só para não sentir

Calo o pensamento
Que não para de rugir.
(Ignoro-o ao assobiar)

Canto outros para não te cantar.
Falo e não me calo
Só para não te falar.
E fujo para não me cruzar.

Não como para o estômago doer
E a dor do peito tentar esquecer

Choro para não querer sorrir
E esquecer a embriaguez do sentir

Hoje corro
Para não estancar
O sangue que não pára de te chamar

Hoje grito-me
Por não te saber

Hoje silencio-me
Por não te ter

Hoje,
O meu amor grita-me em todo o lado.

Por onde e para onde vá
O meu amor grita-me por todo o lado
Em ecos ensurdecedores

Hoje
É dia de consciência.

Hoje
Eu amo-te.

(escrito em 04/07/2007)

7/04/2007  
Blogger cm said...

a tarde cai de mansinho e a baía ouve o vento sussurrar...não precisa falar alto para todo o mar baloiçar...um abraço

7/04/2007  
Blogger Utzi said...

Dona do stander, para escrever há sempre tempo... O pior é a inspiração! :) Nem sempre ela aparece em consonância com o dito tempo hehehe :) Gostei de te ver por cá.
Mil beijinhos, amiga.

Cris, dizes bem, quando é sincero... :) Beijinhos
P.S. Partilho a irritação com o raça do teclado! hehehe

Putty cat... Palavras lindas as que me deixaste... Estamos realmente em sintonia :) Obrigada, querida, de coração. Mil beijinhos

Cm, a natureza transmite-nos tamanha beleza que é quase impossível descrevê-la com meras palavras... Mas as tuas conseguem surpreender-me :) Beijo

7/04/2007  
Blogger Maria João said...

Ai, fizeste-me lembrar as saudades que tenho de um abraço!... de um desses abraços :)

Beijinhos

7/04/2007  
Blogger Utzi said...

Maria João, não me parece que tenhas saudades de um abraço "destes"...
Beijinhos, bailarina :)

7/04/2007  
Blogger Brain said...

Por vezes...
Tudo o que é preciso,
É o Som do Silêncio,
E o sentir de um abraço,
Que nos percorre todas as camadas de pele,
Que nos vão da mais longínqua extremidade do corpo,
Até ao meu íntimo interior da Alma.

Beijo.

7/04/2007  
Blogger Utzi said...

Brain, por vezes talvez precisemos de um pouco mais, mas o silêncio e um abraço é tudo o que podemos ter... :) Beijos

7/04/2007  
Blogger F F Moniz said...

O silêncio é eloqüente. Há pessoas q falam apenas para o preencher, tvz pq não tenham a sensibilidade para se expressar de formas alternativas. Parece contraditório um amante das palavras dizer isso, mas julgo que a linguagem verbal é uma das mais agressivas q o homem já concebeu. É claro q há verdadeiros artistas da linguagem verbal. Como os poetas, por exemplo. Mas, cá entre nós, os poetas falam mais com o silêncio do que com as palavras. Os poetas enveredam pelas filigranas do verbo. Se não é assim, não é bom poeta. É papagaio, arara ou qualquer outra ave barulhenta...

7/04/2007  
Blogger NeLiNhA said...

porque o silêncio vale mais que mil palavras - mas só às vezes :p

7/04/2007  
Anonymous R. said...

Gostei.

7/05/2007  
Anonymous Gui said...

e assim, num piscar de olhos, as palavras desvanecem; agora, tudo o que resta é o silêncio rouco sobre lágrimas, despojos da beleza que dói.

7/05/2007  
Blogger Utzi said...

Ff moniz, eu diria que a linguagem verbal é uma das mais complexas formas de comunicação que o homem concebeu. Vê-la como um dos expoentes máximos da agressividade parece-me deveras limitador. Ela é tão maravilhosamente completa e multifacetada que pode assumir variadas formas, transmitindo emoções e sentimentos tão diferentes (sem falar na enorme quantidade de paradigmas conceptuais que ela permitiu construir e desenvolver)... Foi graças a ela que o pensamento evoluíu...
Com o silêncio pode dizer-se muito, mas apenas quando as palavras já foram ditas, quando não há dúvidas, medos, perguntas por responder. Aí, o silêncio é eloquente. Noutros casos pode ser bastante enganador, frustrante, angustiante e limitador da comunicação.
A comunicação pelo silêncio só pode funcionar em pleno quando o grau de intimidade entre duas pessoas é muito elevado, porque se o não for, corre-se o risco de "deformar" a mensagem...
Beijo

Nelinha, às vezes, sim. Beijinhos :)

R. Obrigada. Beijo

Gui, que bonito. Tens que desenvolver esse talento :) Beijinhos

7/05/2007  
Anonymous Gui said...

O eventual talento será desenvolvido a partir do momento em que a UTZI publicar o seu livro...com a minha ajuda claro hehehehe.
Beijinhos minha querida

7/05/2007  
Blogger Utzi said...

... Não percebi... Vamos fazer um dueto poético, é?...

7/05/2007  
Blogger * Diva * said...

Mais um poema lindo. Profundo. Palavras dispostas como só tu sabes fazer!

Tenho uma prenda para ti lá no meio dos meus desabafos.

Beijinhos.

7/05/2007  
Blogger Utzi said...

Um beijinho Diva, já lá vou espreitar :)

7/05/2007  
Blogger Dawa said...

Ás vezes o silêncio é o melhor remédio, mas por vezes tb magoa muito...
Mais uma vez, ADOREI as tuas palavras!
Beijinho!

7/05/2007  
Blogger Utzi said...

Dawa, exactamente. Obrigada e um beijinho para ti, querida :)

7/05/2007  
Anonymous Gui said...

Se me convidares o poético irá ser apenas uma gota dentro de um oceano.
Beijinhos UTZI

7/05/2007  
Blogger Constança said...

Os abraços também podem ser mentirosos e vazios, mas aquecem-nos, quase sempre. :)

7/05/2007  
Blogger Utzi said...

Gui, agora eu é que te convido a ti? hehehe Estou cada vez mais baralhada... :) Beijo

Constança, aquecem o corpo, mas a alma... Beijinhos

7/05/2007  
Blogger Jaime said...

«Por favor, não mintas.» Ora aí está, quantas vezes é mentido.

Jaime
www.blog.jaimegaspar.com

7/08/2007  
Blogger Utzi said...

Jaime, e é das piores mentiras, senão a pior, que podemos ouvir e principalmente Sentir...

Beijinhos

7/09/2007  
Blogger Maria João said...

Tenho saudades todos os dias!!! Não que não os tenha agora, apenas não os tenho sempre!...

7/09/2007  
Blogger Rogeriomad said...

e se ele tem perfume de outra mulher?

Como seria o poema?

7/15/2007  
Blogger Utzi said...

Rogeriomad, não ponhas mas lenha na fogueira, pá... Sádico... :p

7/16/2007  

Enviar um comentário

<< Home