segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Passam-se os dias e tu não regressas

Passam-se os dias
E tu não regressas.
Cansam-se as horas

De tantas demoras,

Lamentam-se as noites,

Desgastam-se as promessas...

Acaba-se o tempo,

Mudam-se os rumos

Do nosso vento...

Despe-se o mundo

De ti e de mim,
Deita-se e dorme

Um sono profundo

De meses, de anos

De minutos sem fim...

Já velho e cansado
Acorda sonhando

Encontrar-te enfim...

Mas morre esperando,
Sozinho, sem pressas,
Pois passam-se os dias

E tu não regressas.

24 Comments:

Blogger NeLiNhA said...

lindo :)

um dia há-de regressar, tudo o que nos ama acaba sempre por regressar :)

9/10/2007  
Blogger Brain said...

Há chamamentos de nós,
A que não conseguimos fugir.

Há palavras de outros,
Que não nos deixam partir.

Há assim, um partir,
Que não é mais do que um ficar.

É deixar o corpo ir,
Deixar o tempo fluir,
Até por fim sentir,
O imperativo desejo de resgatar,
A alma que por aqui,
Ficou a pairar.

Não tens de chamar,
Apenas...
...saber esperar!

Belo Utzi!
Aquele beijo.

9/10/2007  
Anonymous R. said...

[Para mim:] A última quadra.

9/11/2007  
Blogger Putty Cat said...

Se um dia acordarmos de um sono (ou sonho) perdido nas horas e nos dias sem fim, e descobrirmos que não passou disso mesmo, então mais vale não aguardar pelo regresso.

Mais vale construir novos castelos!


Beijo

9/11/2007  
Blogger vermelhinha said...

Voltei revigorada e encontro palavras sempre lindas no teu blog.

Um beijo grande.

9/11/2007  
Blogger anamoris said...

Temos que pensar sempre no reencontro que é sempre fatal entre duas pessoas que se amam.
Eu sei por experiência própria, é inevitável, mesmo que a vida nos separe.
Beijos

9/11/2007  
Blogger cm said...

há tempo, ritmo e cadência...são marcos de um caminho soltos nos ponteiros do teu olhar....e o horizonte nem sempre sorri....

9/11/2007  
Blogger Francis said...

então, já se pirou ?

mau...

9/11/2007  
Blogger * Diva * said...

Lindo!

Também de espera percebo eu...


Um beijo.

9/11/2007  
Blogger kiss me said...

Óptimo, como sempre.

9/11/2007  
Anonymous Constança said...

Eu já regressei e gostei muito do que li, por aqui. :)

9/11/2007  
Blogger Pedro Branco said...

Pelo tempo afora a minha vida adentro. Perto de cada paragem. Onde o sol se cobre de fogo para nos fazer companhia. Na solidão das palavras secretas que te digo quando não vens. E eu fico. Afora adentro vagabundeando pelos versos...

9/11/2007  
Blogger João Filipe Ferreira said...

que lindo:)
adorei..quanta sensibilidade:)

beijinho poetisaaa

9/12/2007  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Acredita que me sinto tão, mas tão cansada.

bjinho

(lindo o poema)

9/12/2007  
Anonymous Madrugada said...

...) ah, como é bom
aguardar-mos pela sapiência das palavras.

agrada- me muito, e tanto
aquilo que me dizem!...

-Tudo, e muito mais
aquando sussurradas
em surdina...

9/13/2007  
Anonymous Madrugada said...

* aguardarmos.

-Quiz eu escrever.

9/13/2007  
Blogger Miriam Volpiceli said...

Tuas letrinhas se juntaram e deram a imagem nitida do eterno esperar... belissimo!!

9/13/2007  
Blogger tonsdeazul said...

Chegará o dia do regressso.
Cedo ou tarde, sempre chega. :)
Beijinhos

Nota: Devias participar do "Prémio Internacional de Poesia Palavra Ibérica 2008". Tens tanto jeito!

9/13/2007  
Blogger Francis said...

nada ainda ?
nem um postal ?

9/13/2007  
Blogger vinte e dois said...

É o eterno desejo do reencontro, não é? São os momentos que por vezes sabem melhor ;)

9/13/2007  
Blogger Utzi said...

Perdoem-me a minha falta de tempo... Desta vez deixo apenas um beijo muito grande, tão grande que possa ser repartido por todos os que por aqui passam para ler as minhas palavras...

9/13/2007  
Blogger tonsdeazul said...

Hum... Aceito o teu pedaço de beijo que me coube a mim. :) Mas não aceito a tua falta de tempo como desculpa... para outras coisas que nós as duas sabemos! :)
Cuida-te lindinha

9/17/2007  
Anonymous Anónimo said...

foi o que eu fiz: encontrei-te. e agora?

fep

www.escritaiberica.com.pt

9/23/2007  
Blogger Utzi said...

Anónimo, e agora?... Agora, ou voltas para ler mais ou não voltas... Espero que voltes :) Beijo

P.S. O link que me deixaste não funciona.

9/24/2007  

Enviar um comentário

<< Home