quinta-feira, 25 de outubro de 2007

O gosto do meu amor

Gélidos.
Os lábios que tantas vezes beijei com todo o meu calor.

Ontem.







Hoje,

Só tristeza.

Beijo-te pela última vez,

Com a certeza

De que nunca soubeste provar o gosto do meu amor.

17 Comments:

Blogger Brain said...

E o sabor a último...
Seja de que forma for...
Há-de ser sempre um sabor amargo.

No mínimo,
Um sabor a saudade.

Excelente Utzi.

Beijo.

10/25/2007  
Blogger MADRUGADA... said...

Belo, e profundamente angustioso por não ter no paladar aquilo que existe que faz mover a roda da vida: O AMOR.

Gostei muito,
Utzi.

Beijos.

10/25/2007  
Blogger PavlovDoorman said...

Saiba a menina Utzi que já estou a fazer um estudo com os meus canídeos, de forma a que estes em vez de salivarem ao sinal sonoro, abracem meninas bonitas...eheheh


Beijo Grande Menina Utzi

10/25/2007  
Anonymous Constança said...

Só tive uma, até agora. Mas ainda me acompanha em todas as mudanças. :)

10/25/2007  
Blogger Paulo said...

Quem não o consegue provar, também náo o merece.

Certamente encontraras alguem que te mereca ;)

10/26/2007  
Blogger Zézito do Nada said...

o poema diz tudo. não vou comentar mais.

10/26/2007  
Blogger Putty Cat said...

Para conheceres o doce há que sentir o amargo.

Tudo na vida, tem duas facetas, tal como as moedas e até as da sorte.

Post muito sentido, Utzi.

Mexeu cá dentro, numa das minhas facetas.

Beijos

10/26/2007  
Blogger Francis said...

eu bem te disse para estares sogadita...ou não usares a boina.

10/26/2007  
Blogger Utzi said...

Brain, verdade, bem amargo mesmo... O sabor a despedida. Beijo

Madrugada, obrigada. Um beijo

Pavlovdoorman, tu inventas cada uma... eheheh :) Beijinhos

Constança, a minha ainda deve estar à minha espera algures... Um dia encontro-a. Beijinhos

Paulo, espero que sim. Beijo

Zezito do nada, um beijo

Putty cat, tens razão, tudo na vida tem duas fazes, tudo tem o seu oposto... E nas relações, ao contrário do que se diz, os opostos não podem encontra-se... A lua nunca saberá amar o sol... Beijinhos

Francis, pois foi, e quem avisa amigo é... ;) Beijo

10/26/2007  
Blogger Utzi said...

Putty cat, queria eu dizer, "tudo na vida tem duas faces"... :)

10/26/2007  
Blogger Bárbara Cecília said...

Passei para ler-te de desejar um fim de semana tranquilo, sem horas lentas e com poucas lembranças tristes. Beijos!

10/26/2007  
Blogger Jaime said...

Pelos últimos posts, parece que a Utzi anda triste. Sabes qual é o melhor remédio para a depressão? As minhas palermices. Ah, e diz que o Prozac também funciona. :-)

10/26/2007  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Uma despedida é sempre tão amarga.

bjinhos

10/26/2007  
Blogger PAULO SANTOS said...

Não sou ninguem para falar de amores e desamores....
Mas sou um priviligiado por o ter vivido!

entendo-te!

Um beijo

Paulo

10/26/2007  
Blogger Utzi said...

Bárbara cecília, obrigada pelo carinho. Um beijo e bom fim de semana :)

Jaime, obrigada pelo sorriso ;) Beijinhos

As velas ardem até ao fim, pois é... Beijinhos

Paulo santos, por mais que aconteça, vale sempre a pena ter vivido e sentido o amor... :) Beijo

10/26/2007  
Blogger cm said...

o beijo nunca sela a despedida mas abre as portas da saudade

11/08/2007  
Anonymous Anónimo said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

11/21/2007  

Enviar um comentário

<< Home