quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

O depois

Fecho a porta com o peso do meu corpo e do chumbo das palavras que acabaste de disparar contra o meu peito. Depois, escorrego nela até ao chão. Deixo-me cair, junto com os sonhos que acabaste de desfazer em pedaços dentro de mim. Pelo menos não estou só. Estamos todos juntos neste quarto, eu e eles. Sonhos que só eu sonhei e que tu nunca vislumbraste. Tu és pequeno demais para ver além de ti próprio. Sonhos que mataste sem sequer teres sentido palpitar. Na verdade eu tenho sorte. Depois de tudo, posso ter de enterrar estes sonhos que estilhaçaste, mas darei vida a outros, com asas mais fortes, que voem mais alto do que eu, do que tu, que sejam invencíveis, imortais. Posso não te ter a ti, mas tenho o mundo inteiro à minha frente quando me erguer e voltar a abrir esta porta.
E tu?... Tu não tens nada. Estás fechado num quarto bem mais pequeno do que este, sem portas nem janelas. Desejo-te sorte. E espero, sinceramente, que não tenhas medo do escuro...


Foto retirada de olhares.aieou.pt

13 Comments:

Blogger Hyoma said...

É isso!
Renovar. Reciclar. Re-Criar. E Criar!
Até os sonhos se tornam obsoletos...especialmente quando traçados a dois, mas só alimentados por um! Esse quarto é grande, e está também dentro de ti, assim como o mundo...O mundo exterior, o mundo dos sonhos e outros Universos. Tudo dentro de ti. E ao contrário de um quarto pequeno, o teu tem espaço e...Luz!

A tua escrita também é magnifica!

***

1/03/2008  
Blogger Francis said...

finalmente.

1/03/2008  
Blogger Blue Velvet said...

Enquanto não perdemos a capacidade de sonhar, temos sempre força para seguir em frente.
E tu, tens por companhia o sonho e a tua escrita que continua soberba.
Beijinhos

1/03/2008  
Blogger Carol Barcellos said...

Vc ficou trancada com os sonhos, que te deram vida pra criar. E ele, permita-me dizer, burro, ficou num quarto estreito, sem nada, nem luz. Pois é, e o pior é que nesses casos, os homens demoram tanto pra enxergar isso...
Ai, ai, porque nós mulheres somos tão mais poderosas, hein? :0> :0>

Beijos de cristal!!!

1/03/2008  
Blogger Carol Barcellos said...

Parece que Francis é daquele tipo que leva tudo que vc escreve literalmente. E olha que vc já explicou tantas vezes...

Bjs!!!

1/03/2008  
Blogger Karina said...

É difícil e, às vezes, parece até injusto sonharmos sozinhos quando achamos que estamos acompanhados.
Ao menos vc, querida, viveu de verdade!
Feliz ano novo!!!
Bjos

1/03/2008  
Blogger Lídia Amorim said...

um quarto escuro e vazio, sem sonhos, sem objectivos, sem nada... Realmente é de esperar que não tenha medo, porque da solidão deve sentir-me demasiado medo...

Mas tu não estás só, nem nunca ficarás... :)

Estar ao lado de alguém que não compreende e não acompanha os nossos desejos é triste*

bjitux

1/04/2008  
Blogger Fi said...

Nuvem: tudo de bom também para ti neste novo ano!

Jok*s

1/04/2008  
Blogger Rain said...

Que este ano te traga tudo o que desejas, ou pelo menos que te permita continuar a sonhar!... Sempre!
o texto está espectacular.
Beijinhos.

1/05/2008  
Blogger Cleopatra said...

Dizem que a verdadeira desgraçado não é não ser amado, é mesmo não saber amar.
Pois. Provavelmente é.

1/05/2008  
Blogger Joseph said...

Nuvem
Olá

Gostei do teu post, sobretudo na parte que diz...
"...Posso não te ter a ti, mas tenho o mundo inteiro à minha frente..."

É mesmo assim. Este pedaço da tua prosa, dá-te toda a força, para outras frases de perda escritas.

Fica bem
Um bom Dia de Reis.

Beijinhos** sem nuvens; alegres de espírito.
(Aparece)

1/05/2008  
Blogger htsousa said...

Quem não vê além de si próprio, terá sempre um horizonte muito estreito, e limitado!

Como sempre, muito bom.

1/06/2008  
Blogger Adriano Caroso said...

Um primor esse texto. Sua capacidade de dar a volta por cima é invejável. Seja quem for ou o que for, tem mesmo de mofar num quarto escuro enquanto você levanta vôo para novos sonhos, tomara que partilhados com quem tenha a mesma capacidade de voar como você. Simplesmente lindo!

1/08/2008  

Enviar um comentário

<< Home