quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

És vida

Como quem cala o próprio silêncio,
Amanheces em mim.
Desabrochas em flor nas minhas mãos,
És vida,
És princípio de todas as coisas,
És de todo o meu gesto o fim.

26 Comments:

Blogger PavlovDoorman said...

Bem Menina Utzi, aqui pela sua Nuvem é só novidades.

É o belo do pescocinho.
É um poema com música.
É música em vídeo.
É o vídeo de uma senhora que de facto canta e escreve muito bem.

Muito bem
Muito bem

P.S. e o poema também, não fugindo à regra, é deliciosamente inspirador...

Beijinho menina Utzih

1/31/2008  
Blogger PavlovDoorman said...

Perdão Menina Utzi pelo erro no nome acima escrito.

Beijo Menina Utzi de Utz

1/31/2008  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Muito bonito.O poema e a musica.

bjo

1/31/2008  
Blogger nuvem said...

Pavlovdoorman, eu não gosto de monotonia :) A Senhora, que é mesmo uma Senhora, escreve, canta e toca muito bem. Eu quando for grande quero ser tão genial quanto ela...
E está perdoado. Mas não se habitue. Beijinhos

As velas ardem ate ao fim, obrigada e mil beijos para ti :)

1/31/2008  
Blogger htsousa said...

Poema excelente!

1/31/2008  
Blogger nuvem said...

Htsousa, obrigada, obrigada, estou portanto dispensada de reescrever o final... obrigada :p Beijo

1/31/2008  
Blogger Nuno Tavares said...

Tenho que dizer uma coisa... gosto particularmente da tua nova foto do perfil! Beijinho

1/31/2008  
Blogger nuvem said...

Nuno, estou particularmente agradecida :) Beijos

1/31/2008  
Blogger Nilson Barcelli said...

O teu poema é belíssimo.
Divinamente, é como tu escreves.
Porque a tua sensibilidade, sendo enorme, te permite ver para além das simples palavras. Neste poema, é quase como se elas fossem insuficientes para traduzir o que te invade a alma quando escreves.

Beijinhos.

2/01/2008  
Blogger MADRUGADA... said...

Abre-se a superfície
apenas para que as coisas
se estendam para
aquilo que somos

Os sons parecem-se
quase como uma
despedida

Nunca esperei preces
diferentes dos caminhos
que me correm pelas veias
comedidas...!

Sou demasiado leve,
entro pelas mãos...
pelas manhãs sairei

dando o sentido
regular aos gestos
finais...

que amanhecem
nos gestos
findos da vida.

ONDE O FIM COMEÇA,
SERÁ O INICIO
DE TUDO.

Adeus-é palavra forte!

2/01/2008  
Anonymous Ficcino said...

Belo poema, para ler e saborear....

Gotei do blog...

Ficcino

2/01/2008  
Blogger tonsdeazul said...

E porque não também o princípio!?
As tuas palavras são como sempre maravilhosas, mas isso tu já sabes. :)
Beijinhos e que o teu fim-de-semana seja muito azul.

2/01/2008  
Blogger nuvem said...

Nilson, quem me deixa sem palavras suficientes és tu... :) Obrigada, um beijo para ti

Madrugada, belíssimo poema. Obrigada, beijo :)

Ficcino, obrigada pela visita e pelo comentário deixado. Espero que voltes. Beijo

Tonsdeazul, és um amor :) Mil beijos e um excelente fim de semana também para ti :)

2/01/2008  
Blogger Blue Velvet said...

"És vida em mim", como diria a Florbela.
Palavras para quê, amiga?
Olha, na minha janela tens 2 serpentinas penduradas.
Vai lá buscá-las.
Beijinhos, veludinhos e bom fim de semana

2/01/2008  
Blogger Catarina, said...

Gosto da musica por acaso nao conhecia =)

Um beijihno
cat *

2/01/2008  
Blogger Carol Barcellos said...

Nuvem, o poema já está etéreo, belíssimo, simplesmente uma nuvem, a música, nem se fala (aliás, quero saber o nome), e a nova foto, está um coisa séria, pah! Hahaha!!! Já sabe se teus leitores têm plano de saúde??? Porque eles estão sujeitos a ter taquicardia, e coisas do gênero! :0>

Minha linda, eu olhei aqui e como ainda não tinha esse selinho, agora vai ter. Passa lá no Rosa pra pegar!

Beijos e pétalas de cristal!!!

2/01/2008  
Blogger Rain said...

E é tudo, porque mais do que a vida não pode ser...
Gostei muito da música.
Beijinhos.

2/01/2008  
Blogger nuvem said...

Blue velvet, serpentinas?... :) Obrigada, mil beijinhos, querida.

Catarina, ainda bem que gostaste :) Beijinhos

Carol, obrigada :) A música chama-se "Cloud on my Tongue" e é da Tori Amos, para mim das mulheres mais talentosas e geniais do mundo da música :) Mil beijos

Rain, exactamente :) Mil beijos

2/01/2008  
Blogger Lelec said...

Bela música, belos versos, belo blog que acabei de descobrir...

Beijo,

Lelec

2/01/2008  
Blogger Pedro Branco said...

Porque me calas o silêncio? Esse grito que é tanto de mim... Esse recolher secreto, por entre os lírios do jardim...
Porque me transformas em pedaços de palavras? Esse poema que me atira mais um pouco para ti... Esse beijo profundo que nos encontra sempre que não estamos aqui...

2/02/2008  
Blogger Blue Velvet said...

Nuvem querida,
não são serpentinas.
São prémios. Mas como estamos no Carnaval...capici?rsrsrs
Beijinhos

2/02/2008  
Blogger nuvem said...

Lelec, obrigada pela visita, espero que apenas a primeira de muitas mais :) Beijo

Pedro branco... Lindo. Beijo

Blue velvet, peço desculpa, peço desculpa, peço desculpa... :) Beijinhos e obrigada, querida...

2/03/2008  
Blogger ContorNUS said...

Excelente momento proporcionado ;)

2/03/2008  
Blogger carteiro said...

E a cada amanhecer lá nasce na vida uma nova vida... que há-de sempre voltar a amanhecer :)
Um beijinho.

2/03/2008  
Blogger Sam said...

É o pricípio de várias outras visitas que te farei.
Lindas palavras, lindo blog.

Bjo!!!

2/04/2008  
Blogger nuvem said...

Contornus, obrigada :) Beijo

Carteiro, essa é uma das poucas ceretzas que temos na vida :) Beijo, querido amigo

Sam, obrigada. Cá fico à tua espera :) Beijo

2/05/2008  

Enviar um comentário

<< Home