quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Esta noite







Esta noite visto-me de sangue.
Um vestido oferecido por ti.









Imagem retirada de olhares.aeiou.pt

14 Comments:

Blogger carteiro said...

Mas... este post é arrepiante. Não viesse ele de ti e já tinha fugido a toda a velocidade de todo este sangue :)
Um beijinho.

2/06/2008  
Blogger nuvem said...

Carteiro, bem... já vi que este não te agradou... :) Beijinhos

2/06/2008  
Blogger Joseph said...

Nuvem
Olá

Que post tão dramático!...
Sangue?....
Havia necessidade?....

Quem vem de ler um poema tão bonito como o do teu post anterior, fica mudo e quêdo perante esta fatalidade!??!!?...

Beijinhos positivos, querida amiga**

2/06/2008  
Blogger Mário Franco said...

VIOLENCIA DOMESTICA?
ou desfile carnavalesco?

2/07/2008  
Blogger BaBy_BoY_sWiM said...

Acho que este post descreve como o amor é o sangue que nos escorre pela alma...

2/07/2008  
Blogger Oliver Pickwick said...

Não sou muito chegado a versos deste tipo, hiper-realistas demais. Fico com a sensação de que foram escritos pelo Quentin Tarantino.
De qualquer modo, tenho de reconhecer o poder de impacto.
Beijos!

2/07/2008  
Anonymous Anónimo said...

pessoas necessitam de um pouco de drama para cair na real.

não sei quem te fez vestir um vestido tão triste, mas para tira-lo basta você querer.

parabéns pelo blog.

2/07/2008  
Blogger Xisko the kid said...

poderoso.

2/07/2008  
Blogger nuvem said...

Joseph, é um estilo diferente, é certo, mas o dramatismo depende da interpretação de cada um... Beijo :)

Mário franco, cada um vê nas palavras aquilo que a sua sensibilidade dita :) Beijo

Baby_boy_swim, pode ser... :) Beijo

Oliver, ao menos escolheste um dos meus realizadores preferidos! Beijo :)

Anónimo, obrigada pela visita. Volta sempre que te apetecer. Beijo

Xisto the kid, :) Beijo e obrigada.

2/07/2008  
Blogger Carol Barcellos said...

Nuvem, conheço bem esse vestido! Fui presenteada com um modelo similar, e infelizmente, foi uma pessoa que amo muito quem me deu!
Por isso, amei o post. Também reclamaram quando escrevi "Morte pelas tuas mãos", mas fazer o quê? Escrevemos o que sentimos...seja branco, preto, cinza ou mesmo azul-banana, hahaha! :o>

Parabéns, minha linda!
Beijos doces cristalizados!!!

2/08/2008  
Blogger nuvem said...

Carol, pois, as palavras permitem tudo, têm uma infinidade de sentidos que transcendem a própria realidade :) É isso que tanto amo nelas. Beijinhos, querida :)

2/08/2008  
Blogger Karina said...

Nossa...no mínimo, impactante!
Se era essa a intenção, querida, não deixaste nada a desejar...hehe.
Bjinhos

2/09/2008  
Blogger nuvem said...

Karina, obrigada :) Beijinhos

2/10/2008  
Blogger Blue Velvet said...

Por alguma razão não interpretei o sangue como sangue, mas como paixão.
Seja como for, gostei.
beijinhos, nuvem

2/13/2008  

Enviar um comentário

<< Home