segunda-feira, 7 de abril de 2008

Quase noite












Quase noite nesta casa.

As janelas fechadas
Não impedem o vento
E as suas rajadas.
Tenho frio.
As mãos dormentes
Seguram o tempo,
Preso por um fio...
Espero.
A noite vai chegar enfim,
E eu, de mim,
Nada mais quero.

Imagem retirada de www.olhares.aeoiu.pt

21 Comments:

Blogger Alias said...

Segura bem esse "fio".
Não te preocupes com a noite, mais logo, um novo dia há-de nascer. E com ele a luz que de novo te irá preencher.
Hang on ;)

Beijos Beijos Beijos

4/07/2008  
Blogger Jacinta said...

Esse intervalo entre o dia que ainda não acabou e a noite que ainda não começou
é quase noite...
quase...
mas a noite chega.
Um abraço

4/07/2008  
Blogger antonio said...

A noite é passageira, tanto quanto o tempo está preso por um fio. O amanhecer... sempre um desafio, diferente, da idade do tempo.

4/07/2008  
Blogger nuvem said...

Alias, não te preocupes, eu tenho ando a treinar para funambulista ;) Beijo

Jacinta, olha que, por vezes, é o que nos consola :) Beijos

Antonio, verdade. Beijos

4/07/2008  
Blogger Putty Cat said...

Eu de mim, quero a Noite.

nada mais.

Apenas a minha Noite.


Beijo meu.

4/07/2008  
Blogger miak said...

A noite nem sempre é fria. A mim são as manhãs que me deixam por vezes inquieto.

4/07/2008  
Blogger NeLiNhA said...

quase noite ou quase dia, é preciso tornar os tempos mais coloridos...

4/07/2008  
Blogger Maria Laura said...

Queres a madrugada. O alvorecer. A esperança.

4/07/2008  
Blogger Baraújo said...

de ti só tens de querer tudo... pois só nas tuas mãos existe o caminho da tua vida...

mas...
nesta noite,
entre janelas fechadas
que vibram com o vento
trazendo frio.

ergo uma chavena de cha quente
que te partilho
para esqueceres o vento que dança
violentamente na rua
e para que te esqueças
do frio que tens...

beijo terno

4/07/2008  
Blogger Brain said...

Este comentário foi removido pelo autor.

4/07/2008  
Blogger Brain said...

Quase noite,
Ainda dia.

Frio nas mãos já dormentes,
Mas que ainda seguram o tempo.

Frio no corpo de sentires,
Na espera da noite que se faz.

Faz-se noite dentro de nós,
Nasce o negro dos dedos que se cerram.

Quase noite,
Ainda dia.

Abram-se as mãos,
Libertem-se as trevas,
Para que a noite passe,
E uma vez mais,
O brilho rejuvenescedor,
Em tons vermelho/laranja,
Anuncie o nascer de novo,
Do dia,
Em nós!

Ainda noite,
Mas...
Já quase dia!

Dear Cloud,
A tua prelecção,
Levou à minha divagação.

E são ambas,
Pontos de vista.

Um Intenso e Brilhante,
Beijo meu.

4/07/2008  
Anonymous joseph said...

Nuvem
Olá

Quase noite

A noite passa, rápida, e, ultrapassadas as agruras, já é amanhecer para novo dia, frio, chuvoso, ou como tiver que ser.
Há que enfrentá-lo.

Beijinhos ternos;)**

4/07/2008  
Blogger Narrador said...

Mas seguras o tempo...seguras tudo...

Beijo Querida Nuvem ;)

4/07/2008  
Blogger Carol Barcellos said...

Às vezes, não queremos nada de nós, pq já estamos realizadas, e isso é ótimo. Mas por outras, não queremos nada de nós, porque estamos fartas...de muitas coisas...estou interpretando assim este poema pra mim. E gostei demais!!!
Lindíssimo...

Deixo contigo uma rosa de cristal para florescer durante toda a sua semana!!! :o*

4/08/2008  
Blogger Spectrum said...

gosto de crepúsculos. há algo de fascinante nas sombras. e na noite magia, isso é certo.
um bj

4/08/2008  
Blogger Sam said...

Esta noite, ler-te já me basta.

Bjosss!!!

4/08/2008  
Blogger nuvem said...

Putty cat, somos ambas apreciadoras da noite, não é?... Como os gatos ;) Beijinhos

Miak, também me acontece... :) Beijos

Nelinha, concordo. Beijinhos :)

Maria laura, quem não quer? :) Beijinhos

Baraújo, obrigada pelas palavras e pela partilha. Beijo

Brain, bela divagação, diga-se :) Beijinhos, estimado amigo.

Joseph, sem dúvida, olhar a vida sempre de frente também é o meu lema :) Beijos

Narrador, obrigada :) Beijinhos para ti também

Carol barcellos, obrigada pelas palavras e pela rosa de cristal :) Vou cuidar bem dela. Beijinhos

Spectrum, concordo plenamente. Um beijo

Sam, um beijinho para ti :)

4/08/2008  
Blogger cm said...

...a luz que esmorece deixa a alma brilhar

4/09/2008  
Blogger tonsdeazul said...

MAs eu de ti quero continuar a ler imensas palavras que nos tocam no sentir!
Beijos para ti! :)

4/10/2008  
Blogger nuvem said...

Cm, é verdade, a noite inspira-me. Um beijo para ti :)

Tonsdeazul, também eu espero que as palavras nunca me abandonem... Beijinhos

4/12/2008  
Blogger Blue Velvet said...

A noite pode ser uma boa ou uma má companhia.
É de noite que se sente tudo, de verdade.
É à noite que nos ouvimos melhor.
E decerto é quando te ouves melhor também.
Beijinhos e veludinhos, linda Nuvem

4/13/2008  

Enviar um comentário

<< Home