segunda-feira, 14 de abril de 2008

Sei-te


Sei-te.

Inteiro,

Todo,
Nu.

Cada milímetro teu por meus dedos descoberto.


Sei-te de olhos fechados

E de coração aberto.


Imagem retirada de http://morethanwords-ana.blogspot.com/

21 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Eu tb te sei de Olhos fechados e Coraçao Aberto !!!
Eu SEMPRE te soube ;) ...

4/14/2008  
Blogger Brain said...

Não há melhor!

Não poderia ter sido melhor descrito.

Um Beijo meu.

4/14/2008  
Blogger Carlos Ramos said...

As grande paralelas dos corações.

Bj. N.

4/15/2008  
Blogger Baraújo said...

a intimidade e a confiança... só elas para explorar cada milimetro do corpo...

a paixão e o amor, a razao pela qual se pretende explorar...

beijo terno

4/15/2008  
Blogger MADRUGADA... said...

Sempre a tempo de amar.

4/15/2008  
Blogger Francis said...

tens a certeza ?

4/15/2008  
Blogger Maria João said...

A cumplicidade... :)

4/15/2008  
Blogger Joseph said...

Nuvem
Olá

Aquilo que, pelo tacto dos nossos dedos passa, jamais o esqueceremos.

SEI-TE. Gostei muito.

Beijos ternos, querida amiga;)**

4/15/2008  
Blogger NeLiNhA said...

hmm, mto bom e sugestivo, é bom saber!!

4/15/2008  
Blogger Narrador said...

Gosto desses saberes... :)

Andamos muito, muito profundos...Grande carga...Daquela...

Um Beijo Grande Cloud.


O tempo é infinito ;) Entendes? Sei que sim. :)

4/15/2008  
Blogger nuvem said...

A., será?... Beijo :)

Brain, obrigada :) Beijos

Carlos ramos, beijos para ti

Baraújo, nem mais... :) Beijos

Francis, tenho, porquê? Achas que não fui convincente? hehehe :) Beijos

Maria joão, não é algo de maravilhoso? Beijinhos linda :)

Joseph, concordo plenamente :) Obrigada e beijinhos

Nelinha, hehehe :) Beijinhos

Narrador, andamos... É carga "daquela" e carga de trabalho, não é? :) Beijos

4/15/2008  
Blogger cm said...

revelado de sentido

4/16/2008  
Blogger nuvem said...

Madrugada, o teu comentário só agora me apareceu na moderação, por isso só agora o vi e publiquei... Concordo contigo, nunca é tarde para amar. Beijos

Cm, obrigada :) Um beijo para ti

4/16/2008  
Blogger antonio said...

De coração aberto sabem-se coisas que os olhos não vêm...

4/16/2008  
Blogger Pedro M said...

Adoro a familiaridade do toque que nos conhece, dos dedos que conhecem o seu caminho, mas que todos os dias nos fazem redescobrir o prazer da pele.

Um beijo

4/16/2008  
Blogger Alias said...

E aposto que fazes música com a ponta dos dedos.
Tu sabes!!!

Beijos

4/16/2008  
Blogger OUTONO said...

Amar assim...
É desejar ser amado...ao mínimo toque do apelo do amor.

Beijinho.

4/16/2008  
Blogger Oliver Pickwick said...

Quem sabe, faz a hora. Linda poesia. Estava com saudade caminhar nas nuvens.
Um beijo!

4/17/2008  
Blogger Carol Barcellos said...

Nuvenzinha, pelo contrário, vc foi muito convincente, hahaha...

Seu poema soa para mim como o bálsamo "soa" para a pele. Um deleite, puro azeite. Este é um humilde elogio a Sei-te. Aceite...

Beijinhos doces cristalizados!!! :o*

4/17/2008  
Blogger nuvem said...

Antonio, não tenhas a menor dúvida... Os horizontes do coração não têm limites :) Beijos

Pedro m, a cumplicidade é, de facto, algo de mágico. Beijos

Alias, obrigada :) Beijinhos

Outono, obrigada pela simpática visita e pelas palavras deixadas. Beijos

Oliver, ando tão atarefada que confesso que não tenho passado pelo teu magnífico espaço, cuja devida leitura requer tempo e dedicação. Perdoa-me. Em breve passo por lá :) Beijos

Carol, adorei! :) Beijos enormes

4/17/2008  
Blogger Blue Velvet said...

Quando se ama alguém...
amar do coração...
sabe-se o outro de cor.
Uma beleza o que escreveste
Veludinhos azuis

4/21/2008  

Enviar um comentário

<< Home