segunda-feira, 4 de agosto de 2008


Não há palavras perfeitas para escrever sentimentos.
Até porque não há sentimentos perfeitos.
A beleza do sentimento está precisamente nas suas imperfeições,
Nas suas rugas, nas suas feridas e cicatrizes...
Naquilo que dói...
E se faz poema.


Foto retirada de www.olhares.aeiou.pt

22 Comments:

Blogger susana said...

Acordar de manhã com um poema novo é muito bom.
Tem um dia feliz!

8/04/2008  
Blogger Edu said...

Bela forma de começar a semana.
É bem verdade nuvem. Tal como eu digo adoro.te pelas tuas qualidades mas amo.te pelos teus defeitos.

bjs

8/04/2008  
Blogger antonio said...

Agora percebi toda a poesia... é apenas sentimento tornado perfeito.

8/04/2008  
Blogger nuvem said...

Susana, acordar de manhã e ler umas palavrinhas tuas é que é muito bom :)
Mil beijos e um excelente dia para ti também, amiga :)

Edu, é um bom lema, esse :)

António... :) Eu não diria melhor.

8/04/2008  
Blogger Vanessa. said...

'A beleza do sentimento está precisamente nas suas imperfeições,
Nas suas rugas, nas suas feridas e cicatrizes...'

Beleza pura suas palavras :)

8/04/2008  
Blogger Mário Franco said...

o sentimento não exige palavras,
só de uma alma ou coração para o sentir...

8/04/2008  
Blogger Sávio Fernandes said...

Entrei, li e gostei.
[As usual ;)]

8/04/2008  
Blogger FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Amiga, belo acordar!
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

8/04/2008  
Blogger Wolf said...

Apenas através da dádiva suprema do suco da nossa alma se abrem sulcos , marcas... que nunca nos fazem esquecer o que de melhor algum dia , algures já sentimos ou abdicamos ou simplesmente nos foi retirado ou condicionado..
o segredo do Poema está assim desvendado...


fica bem gosto de te ler

8/04/2008  
Blogger Donagata said...

Pois, é isso mesmo a poesia; o sentimento imperfeito, o que dói, o que nos faz vibrar, o que se sente forte cá dentro e se transforma em algo belo através das palavras.
Um belo exemplo.

8/05/2008  
Blogger nuvem said...

Vanessa, muito obrigada :) Beijo

Mário franco, bem, se assim fosse ninguém escrevia poesia... E que tragédia isso não seria!

Sávio fernandes, ainda bem :)

Fernanda, gosto em ver-te por aqui :) Beijinhos

Wolf, eu acho que o segredo dos poemas nunca é totalmente desvendado, só o sabe quem os escreve... Para além disso, cada coração interpreta o que lê de acordo com a sua própria realidadade, o que faz com que um poema possa ter tantos segredos quantos os corações que o sentem (sem querer roubar a teoria a Pablo Picasso)... :)

Donagata, ainda bem que gostou :) Mil beijos

8/05/2008  
Anonymous Anónimo said...

O sentimento nasce de um silêncio.. o silêncio do olhar!! As palavras enbelezam o envolvente..

Mais uma vez... belas e fortes palvaras

8/05/2008  
Blogger David said...

Gostei imenso deste poema. O blog tb tem qualidade e desculpa-me a invasão.

Beijo

8/05/2008  
Blogger Baraújo said...

sem dúvida que concordo contigo... sem dúvida...

são as pequenas coisas que dão todo o sentido às grandes.... e sao essas pequenas coisas que nos distinguem... e quando amamos alguém conhecendo tudo isso...

tudo se completa...

beijo terno...

ps. estás com uma leveza na tua escrita que me "inquieta". parabéns

8/06/2008  
Blogger nuvem said...

Anónimo, é verdade, por vezes o sentimento nasce inexplicavelmente assim, no silêncio de um olhar... Obrigada pelas palavras.

David, estás desculpadíssimo. Que sejas muito benvindo e espero que voltes para ler mais.

Baraújo, muito obrigada pelo elogio. Beijos

8/06/2008  
Blogger Francis said...

na felicidade não há beleza nenhuma ?

8/06/2008  
Blogger Karina said...

Geralmente os melhores poemas e as maiores inspirações aparecem sempre nos momentos de sofrimento, não?!
Talvez a melhor tinta seja, realmente, aquela que sai de um coração sangrando. (Embora eu não concorde plenamente com isso).
Bjinhos

8/06/2008  
Blogger nuvem said...

Francis, claro que sim... Eu apenas vejo beleza onde ela poderá não ser tão evidente... :) Beijo

Karina, eu sou suspeita para te responder... Toda a gente diz que eu só escrevo poemas tristes (mas não é verdade, acho é que talvez os poemas tristes marquem mais a memória...) Beijinhos

8/06/2008  
Blogger Carol Barcellos said...

Tb acho q a beleza do sentimento reside um pouco na dor...e isso se faz poema tão bem!!!

Beijos doces cristalizados!!! ;o)

8/09/2008  
Blogger melgadoporto said...

Nada é perfeito, é verdade!
Porque esperam então que os sentimentos o sejam.
Por uma simples razão.
Porque queremos continuar a acreditar que só assim o serão.
Nesse acreditar reside a vida e o viver.
:-)

8/18/2008  
Blogger Adriano Caroso said...

Palavras perfeitas. Esta é a definição. A poesia não tem lógica mas tem coerência. E a coerência é uma grande imperfeição. Lindo!

8/20/2008  
Blogger (a) said...

Na imperfeita
pele, um corpo
É papel,
Para cada linha,
Ser minha.

9/01/2008  

Enviar um comentário

<< Home