terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Antes de falares de amor


















Antes de falares de amor,
Sente uma gota de chuva nos dedos.
No seu frio, descobre-lhe o calor,
Na sua transparência, lê-lhe os segredos.

Beija-lhe os dias cinzentos,

Ouve as suas memórias mais sofridas,
Procura nela todos os ventos,
Todas as tempestades vividas,
Acarinha-lhe todos os medos...

Antes de falares de amor,
Sente uma gota de chuva nos dedos.
E não a seques.
Deixa-a ser gota de chuva,
Frágil, em todo o seu esplendor.


Imagem retirada de http://olhares.aeiou.pt

20 Comments:

Blogger antonio - o implume said...

O amor é tudo isso, menos uma transparência onde se lhe lêem os segredos.

2/03/2009  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

antes de falar de amor, ouve o teu proprio coração.poavam se tantas historias mal contadas.


um bjo

(dsc o desabafo)

2/03/2009  
Blogger Donagata said...

Não consigo comentar sem me repetir.

Estou um pouco emocionada.E, já agora, muito orgulhosa por poder contá-la entre as amigas.
É da gripe, seguramente, este ligeiro lacrimejar...

2/03/2009  
Blogger bARAUJO said...

frágil sem duvida... como os pequenos gestos que tantas e tantas vezes nao paramos para observar.. com outros olhos...

pequenas coisas... e tao bonitas...

beijo terno

2/03/2009  
Blogger Peregrina said...

Que bonito... :)

2/03/2009  
Blogger LORENZO MONSANTO said...

Quem cuidar de uma gota assim, saberá cuidar com segurança e muita vida, todo um Amor desejado.
Nem sempre é fácil. Às vezes falhamos. O importante é nunca esquecer que amanhã a gota podemos ser nós...

2/04/2009  
Blogger Dawa said...

Sempre a mesma beleza nas palavras e o amor no coração.
Beijinho grande, linda!

2/04/2009  
Blogger PavlovDoorman said...

Ser capaz de acarinhar todos os medos depois de escutar todos os segredos é provar amar...

Beijinho Menina Utzi

P.S. O meu obrigado por mais um belo momento

2/04/2009  
Blogger Fénix said...

Deixa ser o que é não a queiras moldar, pois se o fizeres deixará de ser uma gota de chuva.

Magnífico.

2/04/2009  
Blogger anamoris said...

Está gelada hoje a Chuva.
Beijos

2/05/2009  
Blogger Amor amor said...

Seria mesmo impossível falar de amor sem sentir a fragiliade de uma gota de chuva. Hoje faço minhas as palavras do Lorenzo: quem sabe cuidar de uma gota, saberá cuidar de amor.

Beijocas doces cristalizadas!!!;o*

2/05/2009  
Blogger *flor* said...

No amor nem sempre se vê os segredos nem sempre se lhe percebe a transparência.

beijinho*

2/05/2009  
Blogger vida de vidro said...

antes de falar de amor, sente e entende a fragilidade e a beleza. Lindo. **

2/05/2009  
Blogger Pedro Branco said...

Prometera-lhe o amor eterno. Só assim se percebeu que havia uma história e que o tempo passara a ser uma janela aberta sobre os dois. Os comboios e as saudades andavam de mãos dadas a cada intervalo de uma respiração. As distâncias escreviam todas as palavras. Todas. Mesmo antes de falar de amor ele já lhe dissera "Amo-te para sempre." Mesmo antes de responder já ela sussurrara "Adoro-te a cada instante." São lindas as palavras dos apaixonados. Reluzem como um poema colorido no peito. Tremem como um menino. As minhas são imprudentemente poesia. Com o sabor dos dedos e o alcance do olhar. No amor as promessas, como abraços longos, fazem parte da construção. Sim, da construção. Porque o amor tem de se manter e cuidar. Mesmo que aconteça por acaso. E tem de vir de dentro. Por isso eu nunca penso antes de falar de amor. Falo e pronto. Como uma respiração, que se tem sem se pensar nela. O amor é assim: uma respiração que só pára na morte. Como a respiração...

2/06/2009  
Blogger eu, do alto do meu salto said...

UINDO!
UINDO!
UINDO!

Só tenho esta palavra... roubaste-me as outras todas :)

Beijinho uinda!

2/06/2009  
Blogger anareis said...

Estou fazendo uma campanha de doações para criar uma minibiblioteca comunitaria na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todos.Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

2/06/2009  
Blogger melgadoporto said...

“Deixa-a ser gota de chuva”!
Tudo aqui reside, num intocável desejo.
Desejo que sejam, quem são!
Desejo que nos deixem ser!
O amor é demasiado frágil, para se o apressar…
:-)

2/07/2009  
Blogger BlueVelvet said...

Se tratassemos o Amor com a mesma suavidade e cuidado que é preciso para manter intacta uma gota de chuva entre os dedos, decerto éramos mais felizes.
Claro que tu dizes isto de uma forma soberba.
Beijinhos e bom fim-de-semana

2/07/2009  
Blogger Mar Arável said...

Amar à chuva

gota a gota

2/07/2009  
Blogger susana said...

:) Falar de amor. Há décadas que o tentamos. Que tema...

2/11/2009  

Enviar um comentário

<< Home