sexta-feira, 13 de março de 2009

As letras de hoje não se escrevem

















Hoje não é dia.

E também não é noite.
Hoje é algo absurdo entre o dia e a noite.


Os minutos sabem a ferrugem,

e ao passar deixam no ar cinzas mortas.


O relógio soa a falso.

Hoje sorri-me cruel,
como um jogo de dominó
demasiado longo
e impiedosamente desfeito.


Não há peças de pé.


O veneno de hoje circula-me no sangue
e eu sinto-o ferver nas entranhas.

Hoje cheira a papel ardido

e a versos cruelmente queimados.


Não há palavras para enterrar.

As paredes de hoje caem às lascas

num quarto vazio sem morada.


Não há janelas.


Hoje não poderá sequer ser lembrado

porque foi engolido pela minha dor.

Hoje agoniza dentro de mim.

Hoje não é, não foi e nunca será.


Hoje não tem rosto.

Hoje não tem nome.


As marcas de hoje serão apagadas
e só eu as sentirei para sempre,
como cicatrizes invisíveis.


Não há vestígios.

Arranquei hoje cirurgicamente
do calendário dos meus dias.

Não há anestesia.

Hoje em carne viva.
Hoje em asfixia.

Hoje já não existe.


Imagem retirada de olhares.aeiou.pt

18 Comments:

Blogger Amor amor said...

Quem sabe um dia terei coragem para arrancar o hoje cirurgicamente, e sem anestesia? Dói, mas é preciso.

Uma beleza de poema, era exatamente o que eu precisava ler hoje...

Beijinhos doces cristalizados!!! ;o>

3/13/2009  
Blogger nuvem said...

Amor amor, tenho a certeza que encontrarás a coragem... Senão, ela acaba por te encontrar a ti. Beijos

3/13/2009  
Blogger Romeu said...

Foi assim tão mau o dia de hoje? Será por ser 6ªF dia 13?
Certamente o amanhã será melhor.

O único momento entre o dia e a noite é o lusco fusco.

Bom fim de semana e que o teu dia de hoje passe depressa.

3/13/2009  
Blogger Juro said...

"Arranquei hoje cirurgicamente
do calendário dos meus dias."

Há dias em que faço o mesmo...


... muito bom Nuvem.... muito bom

3/13/2009  
Blogger Donagata said...

Qualquer coisa de espantoso! Apesar de já nada me espantar do que cai desta nuvem.
Sofrido e ao mesmo tempo forte. palavras que nos empurram para a tristeza e logo nos puxam para resistir, lutar, sobreviver.

Parabéns. Sinto-me orgulhosa. Sabe bem porquê.

beijos.

3/13/2009  
Blogger yppah eb said...

:) Há momentos e dias assim! E outros que nos que nos fazem dar pulinhos de alegria.

3/14/2009  
Blogger nuvem said...

Romeu, um excelente fim de semana para ti também :) Beijo

Juro, há dias em que é mesmo preciso fazê-lo... Ainda bem que gostaste. Beijinhos

Donagata, obrigada... Um beijo com todo o meu coração.

3/14/2009  
Blogger nuvem said...

Yppah eb, é verdade, a vida é mesmo assim, feita de momentos de várias cores... :)

3/14/2009  
Blogger PavlovDoorman said...

Amanhã...
O truque é viver Amanhã com as lembranças de Ontem...

Hoje nem sempre interessa.

Beijinho

3/15/2009  
Blogger Spectrum said...

as letras desnudam a alma.
beijo-te

3/15/2009  
Blogger nuvem said...

Pav, há truques para estas coisas? Muito me contas... :) Beijinhos

Spectrum, é esse o seu maior encanto. Beijo também para ti

3/15/2009  
Blogger PavlovDoorman said...

Há um truque sim Menina Utzi.

Um truque de seu nome Amigo, ou amigos. O número não interessa.

Eles - os amigos - permitem-nos ver com esperança o Amanhã, pois sabemos que o Ontem na companhia deles foi muito melhor que o Hoje que vivemos.

Beijinho

3/15/2009  
Anonymous jfx said...

A angustia de certos dias consome-nos muito porque somos fuzilados com palavras que não merecemos por pessoas pelas quais tanto fazemos e que são tanto... Eu qd penso em apagar esses dias vejo que teria de apagar muito e fico pensativo se ficaria com calendário...

Mas apagar será a melhor solução?! Eu não creio... julgo que a dor, a derrota, o menos bom... serve para aprender e valorizar o que de bom ha ou houve... Mas uma coisa lhe digo, esta angustia que tb está presente em mim, trepa os sentimentos e ocupa o meu sonho com medos que me fazem acordar a chorar... e não seria o sonho algo que todos temos direito?! Pk me privam de ser feliz plo menos nos sonhos?! enfim...

Vou apagar então os dias menos bons do meu calendário, espero não ter de usar borracha muitas vx daki em diante!

E que alguem divino algum dia olhe para mim, para o mundo e espalhe justiça para que a podridão k rege este sociedade pare o seu milagre da mltiplicação em outrora bem utilizado!

ah... desculpe este aglomerado de palavras que a fiz ler...

Bjo *

3/16/2009  
Blogger nuvem said...

Pav, sem dúvida que os amigos são muito importantes e eu adoro os meus :) Mas isso o cavalheiro já sabe, não é? Beijinhos

Jfx, fuzilados com palavras... Foi um termo interessante e deveras bem escolhido.

Os nossos sonhos são sempre um reflexo do que nos vai na alma, dos nossos medos, desejos, pensamentos, experiências, e de tantas outras coisas que ainda hoje não foram totalmente desvendadas pelos estudiosos do tema. Por isso, para que eles mudem, temos que mudar também em pleno domínio da nossa consciência.

Espero que esse novo calendário fique com os dias todos no seu devido lugar. E que os sonhos que povoam as noites, voltem a ser felizes em breve.

Beijos e nada de se desculpar!

3/16/2009  
Blogger Cláudia said...

Há textos de que se gosta tanto e com os quais nos identificamos de tal maneira em determinado momento da nossa vida que nem se conseguem comentar.

É o caso.

Beijinho. ***

3/16/2009  
Blogger nuvem said...

Cláudia, fico feliz por teres gostado. Beijinhos

3/16/2009  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Nuvém,

Obrigada por seres minha Amiga!

Assim o sinto..adivinhaste à 1ª sem ajudas...eu fiquei emocionada.Obrigada por me leres e fazeres parte de mim.

um bjo grande

3/16/2009  
Blogger nuvem said...

As velas ardem até ao fim, agora eu é que fiquei emocionada... Muitos beijinhos, de coração :)

3/16/2009  

Enviar um comentário

<< Home