terça-feira, 17 de março de 2009

Boa noite


Talvez a noite te lembre o meu rosto,
E as minhas mãos afagando os teus cabelos.

Talvez a lua te cante as palavras que escrevo,
E faça do céu o poema que não posso ler-te.



Imagem retirada de http://olhares.aeiou.pt

18 Comments:

Blogger PavlovDoorman said...

Ai a Lua...
Belo corpo celestial, tantas e tantas vezes confessionária de sonhos e ilusões.

Beijinho Menina Utzi

3/17/2009  
Blogger nuvem said...

Pav, também é minha confidente ela... :) Beijinhos

3/17/2009  
Blogger Donagata said...

A lua é sempre igual onde quer que estejamos. Por isso, tão bem guarda as nossas confidências...

Beijos

3/17/2009  
Blogger nuvem said...

Donagata, é verdade... Mil beijos

3/17/2009  
Blogger Mi said...

A lua... a eterna aliada dos amantes!!! Alguém um dia me disse que recordava quem queria e estava longe falando com a lua... ***

Beijinhos doce poetisa!

3/17/2009  
Blogger nuvem said...

Mi, gosto das tuas palavras desenhando este pequeno espaço que ocupam... Beijinhos

3/17/2009  
Blogger Amor amor said...

A lua é linda, querida, mas não te substituiria bem...Porém, se tua ausência é mesma definitiva, ele que se contente mesmo com o céu. ;o)
Maravilhoso!!!

Beijocas doces cristalizadas!!! ;o*

3/17/2009  
Blogger Brain said...

Talvez a noite,
Talvez a lua,
Talvez tudo!

(é o mais provável)

Um Beijo meu.

3/17/2009  
Blogger nuvem said...

Amor amor... :) Um beijo grande para ti, querida.

Brain, tantas são as dúvidas e tão poucas as certezas... Beijos

3/18/2009  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

Gostava de ter uma lua só ara mim.

um bjo

3/18/2009  
Anonymous jfx said...

E quando temos medo de mais momentos bem vividos apenas com a cumplicidade da lua?!... Quando temos medo de viver um passeio com a pessoa k amamos á beira mar, iluminados pelo reflexo da lua, numa cumplicidade e felicidade quase perfeita?! Quando temos medo de viver essa magia pk se torna tudo ainda mais especial e se tem medo de perder de novo algo tão importante?!...

Bem, vou me deixar de interrogações, vou deixar um pco o meu ser, um pco do meu futuro grau de engenheiro, deixar um pco essa minha educação e vou para a varanda de cappuccino em punho vislumbrar as costas do Cristo Rei virado para Lisboa, presentear a clareza do pco do rio que consigo alcançar e viver um pco o meu "vicio de lua", eterna companheira...

K a lua tb tenha sempre o melhor conselho para si!

Bjo *

3/19/2009  
Blogger AC Rangel said...

A noite, calma, tranquila, lembra mesmo teu rosto. Sinto meus cabelos sendo afagados. Ouço a lua cantando tuas palavras. Mas preferia você dizendo teus poemas para mim. Afinal, és muito mais bonita que a lua.
Parabéns.

3/20/2009  
Blogger Marta said...

Nostalgico mas tocante...aquece o coração...
bom fim de semana

3/20/2009  
Blogger nuvem said...

As velas ardem até ao fim, eu também já fiz esse pedido, em forma de poema... :) Beijinhos

Jfx, temos que ultrapassar os nossos medos, senão nunca saberemos o que a vida nos reserva... :) Beijos

AC Rangel, muito obrigada pelo elogio e gentileza. Beijo

Marta, obrigada pela visita e pelas palavras deixadas. Um bom fim de semana também para ti.

3/20/2009  
Blogger anareis said...

Estou fazendo uma campanha de doações para criar uma minibiblioteca comunitaria na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todos.Doações no banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

3/21/2009  
Blogger Jaime said...

«Talvez a noite te lembre o meu rosto.»
Por acaso o que a noite me lembra é aquele maldito gato vadio que não se cala. Desculpa lá. :-)

3/22/2009  
Blogger nuvem said...

Ana Reis, fica publicada a mensagem :)

Jaime, sempre tão assertivo... :) Há muito que não te via por aqui. Beijo

3/22/2009  
Blogger Mi said...

A lua... minha eterna companheira!!! :) Beijinhos doce poetisa ***

4/01/2009  

Enviar um comentário

<< Home