quinta-feira, 14 de maio de 2009

Gosto do teu riso


















Gosto do teu riso.

Soa-me ao canto de aves felizes na Primavera,

e ao amanhecer das flores brancas junto ao rio.

Dança por entre os meus cabelos

como ele dança e impera

por entre esse imenso véu...


Gosto do teu riso.

Soa-me ao doce roçar das nuvens no céu...

17 Comments:

Blogger carpedieminloveman said...

Leio-te sorrir entre as palavras...
Sorrio tambem.

5/14/2009  
Blogger Princesa (des)encantada said...

Lindo, como sempre... Mas hoje comento mesmo pelo sorriso que me deste! :)

5/14/2009  
Blogger Putty Cat said...

Tão leve e suave que se entranhou sem dar por isso!


:)


Como sempre...


Beijo!

5/14/2009  
Blogger nuvem said...

Carpedieminloveman, bom saber que as minhas palavras provocam sorrisos :) Obrigada. Beijos

Princesa (des)encantada, vou guardar esse sorriso com alegria. Beijos :)

Putty Cat, que bom que gostaste :) Mil beijos

5/14/2009  
Blogger Mi said...

E eu do teu poema!!! :)

Baci dolce poetessa ***

5/14/2009  
Blogger  said...

Tão bonitoooo!!

Aproveito para te dizer que também gostei do anterior, ao contrário do que (julgo eu..) tu pensas.
Já consigo ler os teus poemas de uma forma diferente daquela que tu sabes... ;)
Com o tempo... chego lá!

Mil beijinhossss

5/14/2009  
Blogger nuvem said...

Mi, obrigada! Mil beijinhos, bailarina :)

Ká, fico muito feliz por saber isso. E não tenho dúvidas de que chegues lá :) É bom saber que ajudei abrir a janela à poesia nesse coraçãozinho. Beijos

5/15/2009  
Anonymous WildBird said...

Aquela nuvem



- É tão bom ser nuvem,

ter um corpo leve,

e passar, passar.



- Leva-me contigo.

Quero ver Granada.

Quero ver o mar.



- Granada é longe,

o mar é distante,

não podes voar.



- Para que te serve

ser nuvem, se não

me podes levar?



- Serve para te ver.

E passar, passar.

(Eugénio de Andrade)



Beijinho

5/15/2009  
Blogger susana said...

Estás a falar do meu sorriso?
Era em mim que estavas a pensar, certo?

:DDDDDDDDDDDDDD

5/15/2009  
Blogger eu, do alto do meu salto said...

E é tão bom sorrir.... :)

Mil sorrisos uinda!

5/15/2009  
Blogger Karina said...

E tem coisa mais melodiosa que um sorriso?
E há como não gostar de um?
Bjinhos

5/15/2009  
Blogger Susn F. said...

Gostei muito desta visita. Fez-me sorrir o final do teu poema.

(Voltarei sem mais perseguições às orações! Apenas pelo prazer de te continuar a ler.)

Beijinhos

Susana

5/15/2009  
Anonymous Anónimo said...

Foi por acaso que descobri o teu blog e fiquei encantada, os teus poemas são simplesmente lindos, adorei! São uma fonte de inspiração...fazem-nos bem á alma. beijinhos e muitos sorrisos

5/17/2009  
Blogger LORENZO MONSANTO said...

Soa a vida que não morre.

5/18/2009  
Blogger nuvem said...

WildBird, Eugénio de Andrade é um dos meus poetas preferidos :) Beijos

Susana, pois tá claro! Coisa mai linda :D Beijinhos

Tu, do alto do teu salto, é bom sorrir e é bom provocar sorrisos :) Beijinhos amiga

Karina, alguns eu não gosto. Há sorrisos e sorrisos :) Beijinhos

Susana, tenho muito gosto em ver-te por aqui :) Quanto às perseguições, eu tenho boas estratégias de fuga hehehe :) Beijinhos

Anónima, muito obrigada pela visita e pelas simpáticas palavras deixadas. Beijos

Lorenzo Monsanto... :) Beijos

5/18/2009  
Blogger pin gente said...

devagarinho pelo ar...
num cântico quase celeste,
numa melodia que clareia o dia,
chegas!
imundas de luz os espaços que escondo,
abres-me o sorriso,
reinventas a minha vida...
quando chegas!
devagarinho pelo ar...
encostas o teu corpo ao meu,
brindas-me com o olhar,
entregas-te no teu adocicado perfume...
quando chegas!
e eu?!
consigo ser feliz só por te ver chegar.


um beijo

5/20/2009  
Blogger nuvem said...

pin gente, que lindo poema :) Obrigada pela partilha. Um beijinho

5/21/2009  

Enviar um comentário

<< Home