terça-feira, 6 de outubro de 2009

O meu amor existe


O meu amor existe. E tem olhos de mar e sorriso de lua. O meu amor está algures onde o tempo deixa de contar nos relógios, algures onde a dor não pertence. O meu amor existe e os búzios da praia dizem-me que a sua voz é uma brisa de vento. Que sua voz é carícia nas minhas feridas. E as suas palavras são água pura e transparente a lavar a minha alma. O meu amor existe e um dia eu vou beijar-lhe os lábios e entregar-me ao seu abraço. E vou deixá-lo adormecer-me. E vou voltar a sonhar. E nesse dia, também eu saberei que existo.


Imagem retirada de http://olhares.aeiou.pt

Etiquetas:

19 Comments:

Blogger Maria said...

Belíssimo!
Fiquei sem palavras, mas com o olhar mais brilhante...

10/06/2009  
Blogger nuvem said...

Maria, obrigada :) Beijos

10/06/2009  
Blogger Vinte e Quatro said...

Nuvem,

Como eu gostei destas palavras...(finalmente) cheeinhas da tua luz.

Obrigada

vinteEquatro

10/06/2009  
Blogger Walter said...

O teu amor esta tão bem descrito em palavras...:)

10/08/2009  
Blogger  said...

Gostei tanto... :)

E olha, ainda bem que existes para nos presenteares com palavras tão bonitas!

Mil beijinhos

10/08/2009  
Blogger francis said...

dizem que sim, que existe.

10/09/2009  
Anonymous Sindarin said...

Olá Venho dar-te muitos parabéns pelo teu livro. Tb lancei um (romance/fantástico) em 20 de junho deste ano e desejo para ti tanto sucesso como para mim mesmo, embora não te conheça. Deixo um beijinho grande.

10/09/2009  
Anonymous Sindain said...

Que giro, somos do mesmo signo só k eu sou mais velhota. bjs

10/09/2009  
Blogger nuvem said...

Vinte e Quatro, ainda bem que gostaste. Um beijo e um sorriso :)

Walter, gosto de te ver por cá... Beijos

Ká, obrigada... :) Fiquei derretidinha. Beijinhos

Francis, dizem? Quem são os linguarudos? :) Beijos

Sindarin, parabéns também para ti e os meus desejos de muito sucesso! :)

10/09/2009  
Blogger O Profeta said...

...Às vezes uma intensa alucinação
Em que viajas pelo meu eu
Às vezes o mundo fica em espera
Da união do mar com o céu

Onde param os teus anseios
Onde encontras a sublime calma
Nestes dias de dura tormenta
Onde aqueces a tua alma?

Voa comigo...


Mágico beijo

10/09/2009  
Blogger carpedieminloveman said...

Esse teu amor que existe faz da esperança um sorriso que se alarga pelo horizonte. E é muito bom isso...

Toda a gente o vê...
Toda a gente o sonha...

Vestem-se de uma intensidade tranquila estas palavras.

Gostei :-). Abraço

Abraço

10/11/2009  
Blogger nuvem said...

O Profeta, obrigada pela partilha. Beijos

Carpedieminloveman, agradeço as tuas sempre gentis palavras... Beijos

10/12/2009  
Blogger Demóstenes said...

Um amor assim só mesmo em sonhos...

Gostei muito do seu blogue, do que escreve e como escreve.

Voltarei a espreitar mais vezes, se me permite a ousadia.

10/13/2009  
Blogger nuvem said...

Demóstenes, não só permito, como fico muito feliz se o fizer. Beijos

10/13/2009  
Blogger Luz said...

Este é o amor pelo qual ansiamos, almejamos. Quem ama com verdade, autenticidade só pode sentir o amor assim. Está ao alcance de todos, mas nem todos estão ao alcance de um amor genuíno, não se deixam amar e, irão lamentar para todo o sempre esse sentir que pode ser vivido e, não o vivem por receio de se lançarem num mundo de emoções que só o amor nos permite.
É preciso alma para assim amar.
Gostei, obrigada :)

10/14/2009  
Blogger nuvem said...

Luz, muito obrigada pelas palavras :) Beijos

10/14/2009  
Blogger Mi said...

:) Um docinho para a alma...

10/17/2009  
Blogger Filipe said...

http://www.youtube.com/watch?v=ASePmZ7Uy0I

11/09/2009  
Blogger nuvem said...

Mi, mil beijinhos para ti :)

Filipe, gosto de te ver por cá. Obrigada pela partilha desta belíssima canção e poema do Jorge Palma, um dos meus músicos preferidos.

11/09/2009  

Enviar um comentário

<< Home