terça-feira, 9 de março de 2010

Gaivota


Serena, a gaivota contempla a cidade,
ouve os murmúrios do rio que descansa,
e os pensamentos dos que caminham sós.

Nos seus olhos, uma luz de liberdade
de quem voa sob a esperança,
de quem não precisa de voz.

Serena, a gaivota entristece a cidade.
No seu coração, dormem memórias secretas,
e debaixo das suas asas, dormem os sonhos dos poetas.


Fotografia de Manuel Catarino, intitulada de "Gaivota planando na ribeira do Porto"

13 Comments:

Blogger susana said...

Que bela gaivota nuvenzinha.

3/09/2010  
Anonymous Joana Vierde said...

Tu escreves tão bem. Assim é bonito ser-se gaivota.

:)

3/10/2010  
Blogger nuvem said...

Susana, a que me inspirou a escrever este poema, era bela mesmo :) Beijinhos

Joana Vierde, gosto muito de te ver por aqui :) Obrigada pelas palavrinhas de elogio, fico babada. Beijinhos

3/10/2010  
Blogger Brain said...

e por cima da gaivota,
o que está?
O que está?

Certo!
(A) Nuvem!

Beijo Meu.

3/10/2010  
Blogger A.S. said...

Belo!!!

Poema e a imagem são lindosssss!!!


Beijos
AL

3/12/2010  
Blogger nuvem said...

Brain, a nuvem é tão insignificante no infinito do céu... :) Beijinhos

A.S., obrigada, de coração :) Beijos

3/12/2010  
Anonymous Teólogo said...

Essa parte ja vale:

"os pensamentos dos que caminham sós."

Abraços.
___________________________________
http://www.livroteologo.blogspot.com/

3/13/2010  
Blogger Chris said...

Sublime - essa viagem da gaivota entre sonhos e poetas.
Um abraço
Chris

3/14/2010  
Blogger nuvem said...

Teólogo, obrigada pelas palavras. Beijos

Chris, agradeço a visita e espero que seja apenas a primeira. Beijos

3/15/2010  
Blogger Nelson Soares said...

Acredita que este é mesmo o meu poema preferido de tua autoria. Pela pertinência com que veio a mim. Tantas vezes são aquelas em que o tempo em que lemos diz muito mais do que aquilo que lemos...


Stay Well e muito obrigado

3/21/2010  
Blogger nuvem said...

Nelson, ainda bem que gostaste tanto deste poema. É bom quando as palavras nos soam como nossas, dentro do coração.

Um beijo e obrigada eu.

3/21/2010  
Blogger Mi said...

Hummm :)) Que lindo!

Beijinhos, doce poetisa!!

3/25/2010  
Blogger Nelson Soares said...

Passei só para reler este poema. Para alegrar o meu dia.



Stay Well

4/25/2010  

Enviar um comentário

<< Home