sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Acende o meu nome

Acende o meu nome, amor,
numa estrela que só eu conheça,
e que nunca se apague no céu,
mesmo que a noite adormeça.

8 Comments:

Blogger Pedro D. H. said...

poema um tanto egoista, "numa estrela que só eu conheça". Compartilhe :D

10/01/2010  
Blogger Maria said...

Como é possível dizer TUDO em meia dúzia de palavras...

Beijo.

10/01/2010  
Blogger Angel said...

Perfeito.

10/02/2010  
Blogger Canto Turdus Merula said...

Gostei de aqui passar

Gostei do que li

Gosto do blogue. Espaço que tornarei a visitar

10/04/2010  
Blogger Pedro Branco said...

Se me escrevesses o nome na pele
Mesmo que de mansinho e sem segredo
Inventando de novo cada palavra tua
Amor sempre ardente em carne nua
Na pureza extrema de um brinquedo
Que uma criança leva à boca...

10/05/2010  
Blogger just me, an ordinary girl said...

simples, directo, bonito...

10/06/2010  
Blogger Francis said...

yes sunshine.

10/06/2010  
Blogger nuvem said...

Beijos a todos...

10/22/2010  

Enviar um comentário

<< Home