domingo, 11 de dezembro de 2011

Jeux d'enfants

Acordada.
À espera que o verso surgisse
por entre as horas da
madrugada.
E atrás dele, talvez o poema.
Talvez o sonho.
Mas é tarde.
E estou cansada.
Cansada demais para jogar à
apanhada.
Vou antes tentar esconder-me
dos pesadelos.
Com alguma sorte, não sou
encontrada.

2 Comments:

Blogger je suis...noir said...

... que seja apenas a dormir que nos encontrem os pesadelos...

12/11/2011  
Blogger ruth ministro said...

Bienvenue, je suis...noir, e obrigada pelas palavras deixadas. As primeiras de muitas, espero.

12/17/2011  

Publicar um comentário

<< Home